sábado, 12 de maio de 2018

SEJA UM VERDADEIRO GUERREIRO (NÃO SEJA UM COVARDE)


“Covarde não é aquele que evita um combate, covarde é aquele que mesmo sabendo que é superior luta e fere o mais fraco”. (Bruce Lee)

Quem é forte se defende sozinho, mas aquele que é mais forte defende os outros. Bater em quem é mais fraco (em quem não pode revidar é fácil). Não precisa ser muito “homem” e nem muito “macho” para fazer isso. Às vezes, evitar um confronto é necessário, não por covardia ou medo, mas, sim, porque vítimas inocentes (civis indefesos) podem estar por perto e correrem o risco de serem feridos ou mortos. Geralmente, seguranças (vigilantes) de metrôs e de shoppings não portam armas de fogo (pelo menos, não deveriam), porque se houver uma troca de tiros, pessoas inocentes podem sair feridas e até morrerem. A força bruta e até armas letais devem ser usadas sim (Romanos 13:1-7), (1 Pedro 2:13-17) e (Lucas 3:14), mas como uma contingência (para defesa própria e para proteção dos outros). Há riscos desnecessários que devem ser evitados. Nós devemos usar os nossos punhos e as nossas armas somente quando houver real necessidade para tal ato violento, do contrário, é um risco que não vale à pena correr. A segurança e a proteção dos inocentes primeiro, depois, o castigo e a punição dos culpados (bandidos, terroristas, corruptos e malfeitores). (Filipe Levi)

Nenhum comentário: