sexta-feira, 11 de maio de 2018

COMO SE NASCE UM HERÓI


“Nenhuma flor veste tão adoravelmente um azul como aquelas que crescem ao pé das montanhas geladas; nenhuma estrela cintila tão brilhantemente quanto aquelas que reluzem no céu polar; não há água tão saborosa e doce como a que salta no meio da areia do deserto; nenhuma fé é tão preciosa como a que vive e triunfa na adversidade!!! A fé provada traz experiência!"

(C. H. Spurgeon)


Diante do caos e da falta de esperança, nasce um herói. No fogo da adversidade o seu caráter é forjado. Quando os seus valores e princípios são testados e provados, ele se torna mais forte. As cicatrizes se tornam como medalhas, mas o ferido nunca mais volta a ser o mesmo de antes. Todos querem empunhar a sua espada para proteger algo, alguém ou alguma coisa que se ama. Seja um ideal, uma ideologia, um pensamento, um princípio, um valor, a honra, algum título, algum cargo, algum tesouro ou alguém que se ama. O verdadeiro guerreiro não luta porque odeia o que está enfrentando, mas, sim, porque ama o que está defendendo. A verdadeira força e o poder verdadeiro não procedem do ódio, mas, sim, do amor. A principal característica de um herói é o amor. De amar algo ou alguém que se protege. De arriscar a própria vida por algo ou alguém que se ama. O amor entre irmãos; o amor entre amigos; o amor entre pais e filhos; ou o amor romântico (entre um homem e uma mulher). O verdadeiro herói, mesmo em seus momentos de desespero e de aflição, logo, quando ele se recupera, fica mais forte e ousado do que antes. Mesmo, cheio de ferimentos, e com a alma toda destroçada e com o coração ferido e sangrando, esvaindo sangue sem parar, o herói continua, empunhando a sua espada, determinado a morrer lutando pelo que acredita. Lutando em prol dos outros. Combatendo o mal e os malfeitores. Fazendo justiça aos oprimidos. Lutando por aqueles que não podem lutar. Sendo a voz daqueles que não podem falar. Fazendo o bem a quem de direito. Libertando os oprimidos das correntes da opressão. Trazendo esperança aos perdidos. Lutando em favor daqueles que não podem se defender. Protegendo os inocentes e os indefesos. Defendendo os fracos e desamparados. Fazendo a diferença. Sendo um herói. Não seja um sujeito deplorável que vira as costas para os outros. Se você puder ajudar ou salvar alguém, ajude e salve essa pessoa (se esse poder estiver em suas mãos). Seja a força de quem é fraco. Seja a esperança do perdido. Seja o defensor e o protetor daqueles que não podem se proteger e se defender. Se não tiver ninguém para fazer, faça você mesmo. Alguém tem que fazer. Faça a diferença. (Filipe Levi)

Nenhum comentário: