sexta-feira, 4 de maio de 2018

AS ARTES SECULARES E OS CRISTÃOS


Clemente de Alexandria (Tito Flávio Clemente), Justino Mártir e Tomás de Aquino (e mais um batalhão de grandes teólogos sérios), sempre defenderam que podemos reter coisas boas nas filosofias e artes seculares (detalhe, grande parte desses teólogos também eram filósofos). O próprio Clemente de Alexandria estudava sobre mitologias e lendas pagãs (além, de defender a guerra justa, a revolução armada e até a prática de artes marciais). Muitos Pais da Igreja (inclusive, Pais da Igreja do Cristianismo Primitivo, como, por exemplo, o Clemente de Alexandria, o Ireneu de Lyon e o Eusébio de Cesaréia) defendiam o uso da força e da violência quando realmente é necessário para poder promover um bem maior. É incrível como muitos "teólogos" de hoje somente conseguem ver o SATANÁS nas coisas, pois eles vivem procurando pêlo em ovo (deve ser essa maldita ociosidade e falta do que fazer da vida mesmo). Esses malditos fariseus são incapazes de enxergar coisas boas nas filosofias e artes seculares, pois esses religiosos hipócritas e falsos moralistas, legalistas malditos que não vivem o que pregam, mas adoram impor um padrão de falsa santidade para os outros, que nem eles próprios conseguem viver, não tem a capacidade e nem a sensibilidade de enxergar coisas boas na Bíblia, a Palavra de Deus. (Filipe Levi)

Nenhum comentário: