quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

A SOBERANIA DE DEUS

Soberania de Deus no Sofrimento Humano
Muitas vezes passamos por situações complicadas em nossas vidas (problemas em relacionamentos, familiares, financeiros, mortes, etc) e chegamos a duvidar da bondade e soberania de Deus. Se Ele é tão bom e Senhor de todas as coisas, porque Ele permite essa situação? Ele não enxerga o meu sofrimento?
Geralmente achamos que somos cristãos, “pessoas boas” e então merecemos a bondade e as bênçãos de Deus. Às vezes chegamos até ao ponto de comparar nossas vidas com a dos ímpios. Para eles parece estar tudo tão bom e tranqüilo, enquanto para nós cristãos, tudo é tão sofrido.
No livro de Salmos, cap. 73:1-3, Asafe reconhece a bondade de Deus e mostra que chegou a invejar os arrogantes, porém, no verso 17, ele fala que viu qual será o fim deles. Jó, diante do seu sofrimento, começa a questionar a Deus e posteriormente, Deus o faz várias perguntas (cap. 38,39,40) o fazendo reconhecer que ele não é digno de questionar e nem digno de respostas ( Jó 40: 3-5). Logo depois, temos no capítulo 42:1-6, a confissão de Jó reconhecendo a soberania de Deus.
Temos que ter sempre em mente que às vezes Deus permite a provação na nossa vida, mas é Ele quem nos dá a força necessária para passarmos por ela. Ele nos sustenta durante aquele período e, depois que seu propósito for cumprido, Ele cessa a provação e nos recompensa pelos dias de sofrimento.
Durante uma aula que tive, o professor fez um paralelo que achei bem interessante: “Se você soubesse que Deus apostou todas as fichas em você – que você suportaria a aflição confiando que Ele está no controle e mesmo sem entender nada, continuaria confiando Nele – como você reagiria?”
Deus permitiu que Satanás tirasse tudo de Jó (só não a vida) porque Ele apostou em Jó e sabia que ele seria fiel a Deus. Como o foi, recebeu a recompensa. E Jó não foi fiel por conta própria, foi porque Deus o capacitou para isso. Assim como antigamente, Ele nos capacita hoje!
Precisamos crer que Deus não nos prova além das nossas forças (1 Co 10:13). Se Ele nos deu é porque sabe que somos capazes. É Ele mesmo quem nos sustenta. Ele sempre nos socorre na hora certa (Tg 1:2-4). Esse é o método que Deus usa para a nossa santificação.
E por fim, temos a promessa descrita em Tiago “Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam” (Tiago 1:12) e podemos ter a certeza que todas as coisas colaboram para o bem dos que amam a Deus ( Rm 8:28).
Que Deus nos abençoe!
Deborah Ferreira de Moura





Nenhum comentário: