sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

EM NOME DO AMOR


Eu sou um homem que se interessa pelo combate e que admira os guerreiros, mas também reconheço a importância do amor. O amor é o combustível da vida, pois é ele quem muda e transforma as pessoas. Existem vários tipos de amor, como, por exemplo, o amor entre pais e filhos, o amor entre irmãos, o amor entre amigos, o amor entre homens e mulheres, e, principalmente, o amor que mais admiro, que é o amor por uma causa justa ou por um ideal nobre. Incontáveis homens que passaram durante a História amaram as suas ideologias e suas crenças. Apesar de discordar da intolerância religiosa, política, e ideológica, tenho admiração por homens que lutam e defendem os seus ideais. O amor é o que motiva as pessoas viverem. Quando encontramos o verdadeiro amor, seja uma crença, uma ideologia, ou um conjugue, nos tornamos completos e realizados.

Admiro muito a História Tradicional (sou totalmente contra a visão marxista de ver a História). Admiro muito os líderes e seus atos heróicos, e não me interesso nem um pouco com a historinha fútil de pessoas que vivem na mediocridade. Não me interessa saber se o marido traiu a esposa, ou o que o bêbado conversa no bar com outros cachaceiros, ou se tal time de futebol venceu, ou quem traiu quem na novela. Mas, o que me interessa, são as pessoas que fizeram algo pela sociedade, ou seja, que contribuíram de alguma forma para melhorar o mundo. O que me importa é se os homens amaram os outros mais do que eles próprios e sacrificaram as suas vidas em prol da humanidade. São apenas essas pessoas que me interessam, e não o “povão alienado” que nem sabe o que está acontecendo em seu país e no mundo. Quero deixar bem claro, que admiro as pessoas simples e puras, mas não suporto alienação. Desejo que Deus trabalhe no meu coração, e arranque todo o preconceito que há nele. Nunca tive preconceito racial ou étnico, pois não tenho nada contra etnia nenhuma, mas abomino a ignorância política, religiosa, e ideológica. Realmente, não tenho paciência com pessoas ignorantes e desprovidas de inteligência. Deus precisa trabalhar isso em mim.

Aprendi com a Bíblia, a Palavra de Deus, que devo fazer mais pelos outros do que por mim mesmo. Durante anos, defendi esse livro com unhas e dentes, mas deixei de viver segundo o que aprendi nele. Com o passar do tempo, o Espírito Santo tem trabalhado no meu coração e me mudado aos poucos. A minha missão é pregar o Evangelho para as pessoas, para que elas sejam salvas. Jesus Cristo sofreu e morreu numa cruz para que todos os seres humanos que o aceitarem como o seu único e suficiente Salvador sejam salvos da morte eterna e consigam a vida eterna. O amor é a arma mais poderosa que existe. Se o homem aprender a amar, ele verdadeiramente será forte, pois somente os homens fortes amam e perdoam. Os fracos são incapazes de amar e perdoar. Só os fortes amam e perdoam.

O amor não folga com a injustiça, e nem se omite diante do mal. Há diferença entre amor e omissão. Passar a mão nas cabeças dos bandidos e encobrir os erros dos malfeitores é ser omisso, e não ser amável. Inocentar os culpados é abominável para Deus. Omitir-se perante o mal é tão grave quanto praticar o próprio mal (para mim, é até pior). Portanto, devemos combater o mal belicamente se for preciso, mas devemos fazer isso em nome da paz e do amor, para que a lei e a ordem se restabeleçam.

Deus ama o ser humano, e quer salvá-lo. O Altíssimo ama a humanidade (principalmente, os seus escolhidos). O Todo-Poderoso é justo, mas também é extremamente amoroso e misericordioso. A sua essência é o amor, mas os seus princípios são de justiça. Deus é a personificação do amor, e também da justiça. Os maus devem temer a justiça de Deus; e os bons devem amá-lo de todo o coração. Deus abomina a injustiça, porque Ele ama a justiça. Deus protege os inocentes e pune os culpados. Adonai é o defensor dos fracos e oprimidos, portanto, os malfeitores tremam e temam diante d’Ele. Todos os homens devem se submeter à autoridade da Palavra de Deus, porque dela procede à vida. Deus estabeleceu os seus Santos Mandamentos, porque Ele ama as pessoas, e quer o bem delas. O amor é o maior Mandamento. Portanto, amem e perdoem, porque se vocês amarem e perdoarem, vocês serão verdadeiramente livres. O amor é a única coisa que pode realmente mudar o mundo. Acreditem no amor.   

sábado, 22 de fevereiro de 2014

ABAIXO AO POLITICAMENTE CORRETO


Decidi escrever este artigo para combater o politicamente correto e a falsa moralidade, que têm dominado o Brasil. Geralmente, as pessoas politicamente corretas querem impor o seu falso moralismo para os outros. Muitos deles se dizem “pacifistas” e “naturalistas”, ou “vegetarianos”, mas se tornam em criaturas bestiais e animalescas quando são questionados por suas convicções hipócritas.

Em primeiro lugar, quero deixar bem claro que adoro comer legumes e vegetais, portanto, não tenho nada contra o vegetarianismo em si, mas sou totalmente contra o falso moralismo em acusar as pessoas que gostam de comer carne de assassinas e de maldosas, apenas, porque se alimentam de animais. Já chegaram até a me acusarem de ser hipócrita, apenas, porque eu afirmo que amo os animais domésticos, mas como animais, como, por exemplo, peixes, galinhas, vacas, e porcos. Segundo a Bíblia, a Palavra de Deus, depois do Dilúvio, Deus autorizou os homens a se alimentarem dos animais. O povo hebreu se alimentava de peixes e de cordeiros. Jesus Cristo e os apóstolos se alimentavam de animais. Muitos dos apóstolos eram pescadores, e comiam carne de animais, portanto, não há base bíblica para demonizar a prática de se alimentar de animais. Quem é o homem para falar que é imundo comer o que Deus purificou? O errado é a caça predatória, ou seja, matar os animais somente por maldade e diversão. O apóstolo Paulo até criticou os cristãos que se recusavam a comer carne e que apenas se alimentavam de vegetais. O próprio Paulo afirmou que não há problema algum em comer carne (até sacrificadas aos ídolos), que era o problema polêmico entre uma ramificação do Cristianismo Primitivo. Os naturalistas e vegetarianos (não todos, há exceções, pois há os que são sinceros em sua crença e ideologia) acusam, julgam, e condenam quem pensa diferente deles (como se eles fossem os donos da verdade absoluta). Eles apelam para o sentimentalismo barato para poder manipular as pessoas em seu favor. Se eles não querem comer carne, o problema é deles, mas esses indivíduos não têm o direito de proibir os outros de comer.

Outro grupo extremamente hipócrita são os chamados “pacifistas” ou “desarmamentistas”, pois eles querem impor a sua ideologia hipócrita e falsa moralista para as pessoas que pensam diferente deles. Eles se dizem tão “pacíficos”, mas se transformam quando são contrariados e questionados. Assim, como os naturalistas e vegetarianos, eles apelam para o sentimentalismo barato para poderem manipular as emoções das pessoas. Eu sei manusear armas de fogo, pois aprendi a atirar com o revólver calibre 38 e com a pistola calibre 380, portanto, tenho autoridade para falar sobre o assunto (não estou querendo apelar para o “discurso competente”, mas é somente a esse argumento que as pessoas tolas dão crédito). Se o pacifista não quer ter arma, o problema é dele, mas ele não tem o direito de coibir o direito de legítima defesa das outras pessoas que querem se defender. O maior problema dos “politicamente corretos” é que eles são extremamente intolerantes. Se eu gosto de armas e de artes marciais, o problema é meu, e ninguém tem nada a ver com isso.

Outro grupo muito conhecido por sua intolerância são os ativistas gays, que querem impor o homossexualismo para os heterossexuais. Em primeiro lugar, se eu não quero “dar o meu rabo” e gosto de mulher (inclusive, gosto muito de mulher), o problema é meu, e os gays não têm nada a ver com isso. Se eu não gosto da causa gay, porque eu sou cristão, e a Bíblia condena a prática homossexual, o problema é meu também, porque eu tenho o direito garantido pela Constituição de expor a minha opinião. Mas, os ativistas gays, não toleram e nem admitem quem os questiona e pensa diferente deles. O maior problema dos intolerantes politicamente corretos, é que eles não respeitam ninguém.

Os religiosos também têm as suas intolerâncias, como, os famosos “fariseus”, porque eles se consideram mais santos e melhores do que os outros. Eles manipulam, exploram, e oprimem qualquer um que os questione ou pense diferente deles. Os fariseus pregam doutrinas que são preceitos dos homens, ou seja, que não têm embasamento bíblico nenhum. Eles distorcem as Escrituras, isto é, usam versículos bíblicos fora de contexto para poderem manipular os tolos e leigos. Os fariseus são cruéis e impiedosos.

Espero ter sido claro e objetivo no meu ponto de vista. Eu respeito os pacifistas, naturalistas, vegetarianos, e religiosos sinceros no que acreditam. O que não respeito é a intolerância.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

SONHOS REALIZADOS


A minha intenção em escrever este texto é registrar os milagres que Deus tem realizado na minha vida. Deus é maravilhoso e tremendo. O Altíssimo sempre foi fiel comigo, pois Ele nunca me desamparou. Quero registrar cada sonho (que considero importante) que Deus realizou. Adonai é realmente um Deus abençoador.
     
O primeiro foi eu ter ganhado um Super Nintendo quando era criança, porque os jogos que aprendi a amar, conheci na época em que a minha mãe comprou esse videogame. Fui muito feliz quando jogava esse videogame. Esse foi um grande sonho que Deus realizou.

O Todo-Poderoso também realizou o meu grande sonho de praticar artes marciais, pois quando eu tinha dezesseis anos, pratiquei o Estilo Serpente (Shaolin) durante seis meses. Anos depois, pratiquei Sanshou (Boxe Chinês) durante três meses numa academia, e depois um ano em outra academia. Pratiquei justamente os estilos que sonhava em praticar. Também pratiquei Jiu-Jítsu durante cinco meses. Infelizmente, nunca tive talento para lutas esportivas (a não ser para o Boxe convencional, que pratiquei durante dois meses). Realmente, eu soco muito bem, portanto, tenho jeito para o Boxe convencional. Nunca me dei bem em artes marciais, mas sou muito grato a Deus, por Ele ter realizado o meu sonho de praticar essas lutas esportivas.

O sonho que Deus também realizou, e que achei lindo, foi Deus ter me presenteado com um Playstation 2, que foi dado para mim, através de um agente federal, que perdi o contato depois que ele me presenteou. Eu fazia musculação na mesma academia que o Carlos (o policial federal) também malhava, e ele me presenteou com esse magnífico videogame. Esse foi um dos melhores presentes que Deus me deu. Deus também me deu um Notebook.

O maior de todos os meus sonhos era aprender a manusear armas de fogo, e esse grande sonho foi realizado com louvor. Eu fiz os cursos de vigilante e de manutenção de armas. No curso de vigilante, aprendi a manusear o revólver calibre 38; e no curso de manutenção de armas, aprendi a desmontar e montar a pistola calibre 380 e o revólver calibre 38. Antes, queria fazer o curso de escolta armada, mas desisti, porque descobri uma maneira mais fácil de aprender a manusear as armas que gosto. Eu fiz o curso de pistola numa academia de tiro, onde aprendi a manusear a pistola calibre 380. De 50 tiros, eu acertei 49 no alvo. Alguns tiros acertaram nos ombros e na barriga, mas mais de 40 disparos eu acertei no coração (bem no alvo). Inclusive, o boneco de papelão, que foi o alvo, eu trouxe para casa como troféu. Quando eu estiver trabalhando, pretendo fazer o curso de revólver, onde aprenderei a aperfeiçoar a minha técnica com o revólver calibre 38. Depois, pretendo fazer o curso de armas longas, onde aprenderei a manusear a carabina calibre 38 e a espingarda calibre 12. Nessa academia, além de aprender a atirar com a pistola calibre 380, eu também peguei na espingarda calibre 12. Foi emoção demais para o meu pobre coraçãozinho. Esse meu grande sonho foi realizado por Deus. Prometi para Deus que jamais usarei o que aprendi para o mal, pois quero fazer o bem.

Outro sonho que queria realizar era aprender a desarmar agressores armados com facas ou com armas de fogo. Nas artes marciais, eu não aprendi isso, mas aprendi no curso de vigilante que fiz. Aprendi a tomar facas e armas de criminosos. Nas lutas esportivas e no curso de vigilante, também aprendi a dar vários tipos de cambalhotas profissionais. Não sou nem um Rambo e nem um Bruce Lee, mas sei o básico da defesa pessoal, e sou capaz de me defender e de proteger os outros.

Outro grande sonho que foi realizado, foi eu ter conquistado a amizade de garotas maravilhosas. Beatriz, Winie, Rebeca, e Mary, são mulheres maravilhosas que conheci. Elas são extremamente lindas, inteligentes, e, principalmente, são verdadeiras servas de Deus. A Beatriz e a Winie sumiram do Facebook, e a Mary, depois que me conheceu, parou de falar comigo, mas ainda as admiro muito. A Rebeca é a única que ainda fala comigo, pois ela se tornou na minha melhor amiga. Como eu amo a Rebeca! Ela é a minha irmãzinha, a ursinha do meu coração. A Rebeca é a irmã que eu nunca tive (amo muito a minha verdadeira irmã, mas não cheguei a conviver com ela). Espero que a minha amizade com a Rebeca dure para sempre.

Tenho o sonho de fazer a diferença na sociedade, de impactar o mundo de alguma forma. Quero salvar vidas e proteger pessoas. Desejo defender os fracos e oprimidos. Almejo proteger os indefesos. Talvez, um dia, esse sonho se realize. Quem me dera ser um herói.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

GOLPE DE ESTADO


Desde o ano passado, com as manifestações populares e movimentos sociais, as autoridades constituídas estão atentas. Os comunistas ameaçam dar um golpe de Estado para instalar a ditadura do proletariado, e os militares ameaçam intervir militarmente para salvar o país dos comunistas. Eu sempre votei no PT (Partido dos Trabalhadores), o partido dos trabalhadores que não trabalham, dos estudantes que não estudam, e dos intelectuais que não pensam. Arrependo-me amargamente de ter cooperado com a eleição desses políticos corruptos. Os marxistas brasileiros fazem uma propaganda enganosa do Comunismo de Karl Marx, porque na verdade, eles não lutam pelos direitos dos oprimidos (trabalhadores e operários explorados pelos patrões), mas, sim, lutam em favor dos bandidos, dos promíscuos, dos drogados, e das prostitutas. Realmente, acredito que as intenções de Karl Marx e de Frederich Engels eram boas, mas os seus seguidores distorcem tudo o que eles ensinaram. Neste texto, quero contar sobre os planos maléficos dos comunistas e dos planos dos militares de impedirem um golpe de Estado por parte dos marxistas e evitar que uma ditadura comunista se instale no Brasil.

Em 1964, os militares deram um golpe, uma contra-revolução, para impedir que os comunistas tomassem o poder no Brasil. Naquela época, ninguém era bonzinho e inocente, porque tanto os conservadores quanto os marxistas queriam tomar o poder. Na minha humilde opinião, acredito que foi melhor assim. Quero deixar bem claro, que não concordo, e tampouco aprovo as torturas, estupros, e assassinatos praticados pelos militares mais radicais e exaltados, pois condeno os seus excessos para conter a ameaça comunista que tanto ameaçava o país. Se a ditadura do proletariado se instalasse no Brasil, a liberdade religiosa acabaria, e em vez, dos marxistas serem perseguidos, quem sofreria perseguição seriam todos os religiosos (principalmente, cristãos). Eu, como cristão, prefiro o Regime Militar do que uma ditadura comunista, porque os militares nunca perseguiram os cristãos, mas os comunistas sempre perseguiram os religiosos. Portanto, eu prefiro que não haja igualdade social, mas que eu possa buscar o meu Deus em paz, e ajudar os pobres e necessitados sem a ajuda do governo, do que ter igualdade social, mas não ter liberdade religiosa para poder buscar o meu Deus.

Para o marxista alienado, fascista é qualquer um que discorde dele. Esses tolos nem sabem o que é Nazismo e Fascismo e ficam falando asneiras. Não gosto do Comunismo, e nem por isso eu sou fã de Adolf Hitler e de Benito Mussolini. Da mesma forma que eu odeio o Marxismo, eu também odeio o Nazismo e o Fascismo que, felizmente, os nossos militares combateram no passado. Os conservadores e “reacionários” se opuseram aos nazistas e fascistas.

Os marxistas falharam na sua tentativa de revolução no Brasil, porque os militares os derrotaram, mas, hoje, eles se introduzem nas faculdades, universidades, e escolas, para disseminarem a doutrina comunista. Hoje, eles não empunham mais armas para combater o Estado democrático de direito, mas, sim, fazem lavagem cerebral nos alunos para os convencerem de que Cuba, China, e Coreia do Norte, são bons exemplos de governos bem-sucedidos. Tudo mentira! Nós, cristãos, que também somos cidadãos de bem, temos que orar em favor dos governantes (até pelos que são comunistas) e interceder em favor das nossas Forças Armadas, para que algo seja feito para o bem do povo, antes, que seja tarde demais. Os corações dos reis estão nas mãos do Senhor, e Deus faz o que quer com eles. Por isso, temos que orar em favor das autoridades governamentais, e torcer para que o Brasil se ajeite de vez.

Os cristãos (principalmente, os protestantes) têm que protestar contra a corrupção e contra as injustiças sociais (muito praticadas pela esquerda hipócrita brasileira). Os marxistas são falsos e traiçoeiros (há raras exceções, como os alunos ludibriados pelos professores das universidades, escolas, e faculdades). Os comunistas mentem quando dizem que estão preocupados com os direitos dos trabalhadores, porque na verdade, eles somente estão preocupados em defender os bandidos, em liberar as drogas, em apoiar o aborto, e, principalmente, em destruir a instituição chamada família. A família é um projeto de Deus, um sonho do Altíssimo, e não uma criação da burguesia, mas, sim, um propósito de Deus. Os comunistas pregam que a família é um conceito burguês, mas isso é mentira do Diabo, para poder enganar as pessoas tolas, que acreditam em qualquer coisa que lhes digam e lhes ensinem. Se os marxistas tomarem o poder, a Igreja de Cristo será perseguida. Entre o Exército e o Comunismo, eu fico com os militares.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

LADO SOMBRIO


Tenho um coração bom
Os meus sentimentos são puros
Tenho fome e sede de justiça
Realmente, me importo com os fracos e oprimidos.
Mas tenho meu lado sombrio
Sinto como se um demônio habitasse dentro de mim
Um terrível monstro dorme
O meu medo é um dia essa criatura acordar
O meu lado obscuro é cruel e vil
Se um dia ele se libertar
Será o meu fim
Todos ao meu redor estarão mortos
A sede de sangue tomará conta de mim
E a maldade dominará o meu coração
Sempre sonhei em ser um herói
Busco a Deus desde a minha mocidade
Creio que Deus sempre conteve esse monstro dentro de mim
Essa criatura dorme num sono profundo
Mas, muitas vezes, ela tenta acordar.
A Palavra de Deus e o poder do Evangelho têm me sustentado no lugar do sangue
Dois lobos brigam dentro de mim
Um lobo mau e um lobo bom
O que eu alimentar mais vencerá a peleja
O amor ainda arde em meu coração
Ainda tenho esperança
De que o perdão ainda é mais forte do que o ódio
Tenho muitas mágoas, mas aos poucos estou perdoando os meus agressores.
Muitos homens me fizeram mal
Ferindo a minha alma com terríveis feridas
Sou como um leproso
A minha carne apodrece comigo ainda estando em pé
A minha língua apodreceu dentro da minha boca
Até as órbitas dos meus olhos apodreceram
Os meus ossos secaram por causa da amargura
Os meus cabelos caíram por causa da ansiedade
A minha pele está enrugada e se desfazendo
O sangue jorra por todos os orifícios do meu corpo
Estou morrendo
A falta de perdão e o ódio têm me assolado
Mas sinto o desejo ardente de perdoar
Quero muito amar as pessoas
Quero muito fazer a diferença
Na vida de cada uma delas
Almejo ser um verdadeiro herói
Que não é vingativo
Mas que usa os seus punhos em prol da correta justiça
Um homem honrado, que luta pelo que é certo e justo.