terça-feira, 15 de janeiro de 2013

OS DOIS LOBOS



Existem dois lobos ferozes que lutam dentro do coração do homem. Um lobo bom, e um lobo mau. Um lobo é o amor, e o outro lobo é o ódio. É a luta entre a carne e o Espírito. Na consciência do homem o certo e o errado pelejam. Quem vencerá a luta? O lobo que for mais alimentado.

“Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis”. (Gálatas 5:17)

Durante anos, eu travo uma luta feroz comigo mesmo. Os dois lobos brigam dentro de mim, e eu sofro por causa dos ferimentos da batalha. Eu tenho alimentado o meu espírito, e tentado matar a minha carne de fome, mas o lobo mau é muito poderoso.

Com a ajuda do Espírito Santo, eu consegui vencer o ódio várias vezes. Eu perdoei muitas pessoas que me feriram, e desisti de ser justiceiro por cauda de Deus. Eu aprendi que Deus é justo; e que a vingança pertence a Ele. Deus me vingará, porque a vingança pertence ao Senhor. Não tenho mais inimigos há muito tempo, mas mesmo assim, o ódio tenta me dominar. A minha carne é implacável, porque a sua força é descomunal; e o seu poder é indescritível. O pecado me assola. Eu saio correndo do pecado, mas o pecado vem correndo atrás de mim. Não sei mais o que fazer.

A ausência de uma mulher na minha vida tem me consumido aos poucos. Eu preciso de uma mulher, mas o tempo de Deus ainda não chegou. Sinto muita falta de uma companheira. Gostaria muito de ter uma garota para conversar. Eu adoraria jogar videogame e assistir desenhos com a minha namorada (futura esposa). Infelizmente, as garotas não gostam de mim (principalmente, as bonitas). Não sei se é porque eu sou sincero e verdadeiro demais. Eu não consigo ser falso. A minha natureza não é hipócrita. Com certeza, eu seria fiel a minha esposa, porque eu sinto repulsa pelo adultério (acho isso uma coisa muito feia). Eu daria tudo para ter uma companheira que fosse bela aos meus olhos, e que agradasse o meu pobre coração. Eu esperei durante vinte e oito anos. Não custa nada esperar mais um pouco de tempo.

“Maldito o dia em que nasci; não seja bendito o dia em que me deu à luz minha mãe. Maldito o homem que deu as novas a meu pai, dizendo: Nasceu-te um filho; alegrando-o com isso grandemente. Seja esse homem como as cidades que o Senhor, sem ter compaixão, destruiu; ouça ele clamor pela manhã, e ao meio-dia, alarido. Por que não me matou Deus no ventre materno? Por que minha mãe não foi minha sepultura? Ou não permaneceu grávida perpetuamente? Por que saí do ventre materno tão-somente para ver trabalho e tristeza, e para que se consumam de vergonha os meus dias”? (Jeremias 20:14-18)

A dor que sinto é indescritível, porque eu nem sei como descrever a dor que sinto no meu coração. Alguns heróis bíblicos amaldiçoaram o dia de seu nascimento, e pediram para si a morte. Eu me identifico muito com alguns heróis bíblicos. Elias, Jeremias, e Davi, eram muito parecidos comigo em alguns aspectos. Ambos eram depressivos e melancólicos; e criticavam as coisas erradas que viam no meio do seu povo. Sinceramente, eu não sei o porquê de Deus ainda me manter vivo. Eu já pedi muitas vezes para o Altíssimo me matar, mas por alguma razão, Ele não me atendeu. Fico muito triste com as coisas erradas que vejo nas igrejas evangélicas, porque isso realmente me incomoda bastante. A minha situação com as mulheres, então, é o que mais me assola. O lobo mau tenta me destruir, mas o lobo bom ainda resiste (não sei por quanto tempo).

A minha esperança é que Deus, o Altíssimo, atenda o meu clamor, e me arranje uma companheira. Desejo muito vencer o mal, fazendo assim, o lobo bom prevalecer.  

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

O DECLÍNIO DA TV



Já escrevi muitos artigos sobre a televisão brasileira; e tinha decidido comigo mesmo que não escreveria mais sobre esse assunto, mas devido a minha decepção com a mídia brasileira, me sinto obrigado a desabafar sobre esse assunto de novo.

Lembro-me dos tempos áureos da televisão brasileira. Não conheci as emissoras, TV Tupi e Rede Excelsior, mas tive o grande prazer de conhecer a saudosa TV Manchete. A Rede Manchete foi uma emissora de grandíssima qualidade, apesar de também ter cometido os seus erros. Eu gostava muito das novelas da TV Manchete, mas reconheço que essas novelas (apesar de serem bem produzidas) eram cheias de depravação e promiscuidade. A programação infantil da Rede Manchete foi à melhor que o Brasil já teve, porque a TV Manchete trouxe muitos seriados tokusatsus e desenhos japoneses de ótima qualidade. Hoje, me sinto melhor em relação à ausência da Rede Manchete. Para ser sincero, eu não vejo mais graça na televisão. A mídia me decepciona muito. Têm dias que eu nem ligo a televisão devido à depravação e promiscuidade da mídia. A mídia é manipuladora e maquiavélica. Estou sendo tentado a concordar com os evangélicos fanáticos que demonizam a televisão, porque a mídia é realmente uma porcaria. Estou começando a acreditar que a televisão é coisa do Demônio mesmo.

A Rede Bandeirantes (que eu admirava) me decepcionou muito. Primeiro, porque fica mudando toda hora os horários dos desenhos, e vive tirando do ar o anime “Saint Seiya”. Em segundo, a Band é uma verdadeira Babilônia, porque somente passa putaria (desculpem-me pelo palavreado, mas estou apenas desabafando). O programa “Pânico na Band” é um lixo. Somente mostra mulheres seminuas e usa uma comédia muito forçada. A Band é como a Rede Record (Recópia), pois ela muda os horários dos programas e tira os programas do ar sem dar satisfação para o telespectador. O SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) fazia muito isso, mas, felizmente, o Silvio Santos ganhou vergonha na cara e parou com isso. Eu odeio a Rede Globo, mas sou obrigado a reconhecer que em relação aos horários, a TV Globo respeita o telespectador.

Programas como “Big Brother Brasil” e “A Fazenda” são verdadeiras merdas ambulantes; e eu não entendo como as pessoas podem gostar de lixos como esses. Já vi gente imbecil que compara “Big Brother” ao Chaves. Fazer esse tipo de comparação é uma tremenda imbecilidade. Somente os idiotas fazem isso. A pessoa dizer que assiste “Big Brother”, porque outras pessoas assistem o Chaves, é o mesmo que dizer que porque as pessoas beijam se deve sair transando com todo mundo. Isso é uma tremenda burrice. Esses programas são de baixíssimo nível, porque apenas mostram o pior lado do ser humano, ou seja, somente mostram baixaria. Eu não perco o meu precioso tempo assistindo porcarias como essas. Prefiro ler a Bíblia.

O futebol e as novelas são a “política do pão e circo” usada pelo Sistema para manipular as massas. Não estou dizendo que as pessoas não podem gostar de futebol e de novelas, mas também não precisam viver em função dessas coisas. O futebol como esporte é saudável, mas o problema é que as pessoas se alienam no futebol como os drogados se viciam nas drogas. Existem poucas novelas que são decentes (geralmente, são as novelas infantis), mas a maioria das novelas apenas ensina o que não presta. O adultério, a fornicação, e o homossexualismo (com todo o respeito aos homossexuais dignos que se dão ao respeito), são ensinados pelas novelas, e lares cristãos são destruídos por causa disso. Não estou pregando hipocrisia e falso moralismo. O sexo é uma coisa bonita (dentro do casamento). Também acredito que os gays devem ser respeitados, mas não podemos concordar com as perversidades que as novelas ensinam. Escrevi este texto para alertar a sociedade sobre os perigos da mídia.

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

A MINHA DECEPÇÃO COM A ESQUERDA BRASILEIRA



Durante toda a minha juventude, eu fui esquerdista, pois admirava homens como o Carlos Lamarca e o Che Guevara. Eu realmente acredito que esses guerrilheiros eram homens bons que queriam mudar o mundo da maneira deles. Infelizmente, a esquerda de hoje (especialmente, a brasileira) é nojenta. Hoje, os esquerdistas pregam coisas que Karl Marx nunca ensinou, como, por exemplo, a legalização das drogas, o apoio ao aborto, a depravação sexual, e a defesa compulsiva em favor dos marginais. A esquerda brasileira se tornou repugnante; e qualquer um que ouse questionar os esquerdistas é taxado de reacionário e conservador. Realmente, se não apoiar essas bizarrices que os esquerdistas apóiam é ser reacionário e conservador, então, eu sou reacionário e conservador mesmo. Os marxistas brasileiros pouco se importam com os direitos dos trabalhadores, porque eles estão mais preocupados em ficar fumando maconha enquanto pregam as suas bizarrices. Neste texto, quero contar sobre a minha decepção com a esquerda brasileira, que se tornou numa aberração.

“O que justifica o perverso e o que condena o justo, abomináveis são para o Senhor, tanto um como o outro”. (Provérbios 17:15)

Os marxistas brasileiros pregam que a pena capital é selvageria e barbárie, mas eles apóiam o aborto com unhas e dentes. O interessante desses dementes, é que para eles matar os bandidos tem problema, porque os bandidos são uns “coitadinhos”, mas matar as crianças inocentes que nem nasceram não tem problema nenhum. Isso é incoerente demais para eu entender. Isso para mim é doentio.  

Os marxistas apóiam revoluções armadas contra ditaduras de direita, mas eles pregam o Desarmamento. Pelo que eu saiba, revoluções armadas são feitas através das armas, e não com buquês de flores. Para os marxistas, os cidadãos de bem não podem portar armas, porque é o dever do Estado protegê-los, mas eles mesmos pregam que a polícia não presta pelo simples fato dela ser positivista. Esses babacas dizem que admiram Che Guevara e Carlos Lamarca, mas eles são contra as armas. Isso é incoerência demais para eu entender.

Os marxistas brasileiros estão dispostos a fazer campanhas em favor da maconha, do Desarmamento, e do aborto, mas eu não os vejo fazendo campanhas contra a corrupção e a favor do emprego. Acredito que eles estão mais preocupados em usar drogas, e em sair transando com todo mundo, do que em lutar pelos direitos dos trabalhadores.

No meu curso de História, eu sou obrigado a falar e escrever coisas que eu não concordo somente para ganhar nota, porque eu apenas falo e escrevo o que os meus professores marxistas querem ouvir e ler. Os cursos de História do Brasil são ditaduras. Se você acredita em Deus e na Bíblia você é motivo de chacota. Ninguém respeita a sua fé (seja ela qual for). Esses marxistas alienados pregam coisas que eles não praticam (parecem até os religiosos hipócritas), porque esses tapados pregam contra o Capitalismo, mas eles mesmos usufruem das coisas do Capitalismo, ou seja, esses marxistas são hipócritas mesmo.

Outro absurdo que os esquerdistas brasileiros pregam é que a função da cadeia é ressocializar os presos, mas segundo a própria Bíblia, a Palavra de Deus, o dever do Estado é punir os criminosos, e não ser brando com eles. No capítulo 13 da Carta aos Romanos, e no capítulo 2 da Primeira Epístola de Pedro, Deus é muito claro quando mostra através dos seus apóstolos, Paulo e Pedro, a sua vontade em relação ao governo. A vontade de Deus é que o Estado castigue os malfeitores, e enalteça os cidadãos de bem. Portanto, essa “historinha” de que é o dever do governo ressocializar os presos é papo-furado do Diabo, porque Deus instituiu o Estado para punir os marginais, e para louvar os homens que praticam o bem. A justiça deve ser punitiva, e não ressocializadora. Os bandidos precisam ser punidos para pagarem por seus crimes.

Eu, particularmente, não tenho nada contra Karl Marx, pois considero até interessantes as teorias dele, mas já estou farto da hipocrisia dos marxistas brasileiros. Se os marxistas brasileiros lutassem pelos direitos dos trabalhadores e por mais igualdade, eu até os apoiaria, mas esses imbecis estão mais preocupados em defender as drogas, o aborto, e os marginais. Por isso, decidi me tornar num conservador de direita, isto é, num reacionário mesmo.

Espero ter sido claro e objetivo no meu texto, pois eu quis desabafar sobre a minha revolta com a esquerda brasileira, que se tornou na coisa mais bizarra da Terra.