quarta-feira, 1 de agosto de 2012

A GRANDEZA DE DEUS



Deus, o Altíssimo, é muito maior e mais poderoso do que as pessoas imaginam. Deus é grande. A grandeza de Deus é muito maior do que a mente humana pode imaginar. Neste texto, quero contar sobre vários milagres que Deus realizou para mostrar o quanto Ele é grande e poderoso. O Deus judaico-cristão é magnífico.

O Todo-Poderoso criou o Universo, ou seja, Ele criou as galáxias, os planetas, os astros, e tudo o que há no Universo. Deus criou a Terra e seus habitantes, pois Ele é o autor da Criação. Adonai tem um poder gigantesco (o seu poder é infinito), porque Ele é o Soberano Senhor.

No Egito, Deus levantou José, filho de Jacó, para ser o governador-geral do Egito. José foi vítima da inveja de seus irmãos, e foi vendido como escravo. Por causa de sua fidelidade, ele foi preso. Deus deu o dom de interpretar sonhos para José, e com isso esse servo de Deus, salvou o Egito e o seu povo da fome. José perdoou os seus irmãos, porque ele sabia que tudo o que aconteceu em sua vida era plano de Deus.

Moisés foi usado grandemente por Deus para libertar os hebreus da escravidão egípcia. Deus lançou pragas contra o Egito para poder mostrar a majestade do seu poder. Yavé abriu o Mar Vermelho para fazer o seu povo passar, e depois fechou o mar, afogando o exército de faraó. Deus poderosamente libertou o seu povo do Egito.

Josué era um grande guerreiro; e foi usado por Deus para derrubar as muralhas de Jericó, e vencer os gigantes que habitavam a Terra Prometida. Esse combatente temente a Deus conquistou a Terra Prometida por Deus derrotando os gigantes que habitavam aquela região.

Gideão era um excelente estrategista; e usou a sua inteligência para derrotar os midianitas (os inimigos que oprimiam o seu povo). Gideão, com apenas trezentos combatentes, venceu milhares de midianitas. Deus estava com Gideão.

Sansão era um homem extremamente forte e corajoso. Esse grande guerreiro matou um leão com as suas próprias mãos, e sozinho venceu mil filisteus. A força de Sansão estava em seus cabelos, que foram cortados a mando de Dalila. Sansão foi capturado pelos seus inimigos, que cegaram os seus olhos. Quando os cabelos de Sansão cresceram novamente, Deus lhe devolveu a força prodigiosa, e esse poderoso guerreiro demoliu o Templo de Dagom, matando os filisteus e a si mesmo. Sansão morreu honradamente.

Davi era um homem que andava segundo o coração de Deus. Esse jovem pastor de ovelhas não tinha treinamento militar, isto é, ainda não havia empunhado uma espada, quando com a ajuda de Deus, ele matou um urso e um leão para poder proteger as suas ovelhas. Davi não tinha experiência militar, mas ele confiava no Deus Vivo. O Senhor dos Exércitos usou Davi para vencer Golias, um gigante filisteu experiente em batalhas. Davi venceu Golias sem ao menos ter uma espada na mão (somente usou a espada do próprio inimigo para lhe cortar a cabeça depois que a luta já havia terminado).

Elias era um profeta de Deus que desafiava o rei Acabe e a rainha Jezabel. Esse profeta temente a Deus desafiou os profetas de Baal. Tanto Elias quanto os profetas de Baal prepararam oferendas para os seus deuses. Os profetas de Baal se mutilavam implorando para o seu deus atendê-los, mas Baal não os atendeu. Elias zombou deles, e orou ao verdadeiro Deus lhe pedindo que lançasse fogo do céu. O holocausto de Elias foi molhado algumas vezes, e fogo do céu desceu e consumiu o holocausto. Elias provou para o seu povo que o Deus de Israel é Deus.

Hananias, Misael, e Azarias, eram políticos de Deus, que se recusaram a adorar a estátua de Nabucodonosor. O rei dos caldeus mandou os seus melhores soldados lançarem Hananias, Misael, e Azarias, na fornalha ardente, e mandou aquecê-la sete vezes mais. Deus livrou os seus servos das chamas ardentes, e Nabucodonosor reconheceu que o Deus de Hananias, Misael, e Azarias, é o verdadeiro Deus.

Daniel era também um político de Deus, que tinha o dom de interpretar sonhos. Daniel foi lançado na cova dos leões por causa de sua devoção a Deus. O Altíssimo livrou a Daniel dos leões para mostrar a sua fidelidade. Daniel era governador-geral da Babilônia; e os reis Nabucodonosor, Belsazar, Dario, e Ciro, reconheceram o seu valor.

Eu contei apenas os milagres que Deus realizou que eu mais admiro. Eu sou fã do Deus de Israel, porque Ele é o meu herói. Que Deus seja glorificado eternamente.

Nenhum comentário: