sexta-feira, 20 de julho de 2012

O REVOLUCIONÁRIO



“A apatia está por toda parte, ninguém se preocupa em verificar se o que está sendo pregado é verdadeiro ou falso”. (Charles Spurgeon)

A Igreja Cristã atualmente está deixando muito a desejar, porque a maioria dos cristãos dá mau testemunho. Os religiosos hipócritas usam o santo Nome de Deus para explorar os ignorantes. A hipocrisia está por toda parte, pois os fariseus mandam e desmandam nas igrejas evangélicas. Os crentes alienados e tapados costumam ver o Diabo em todo lugar, menos onde ele realmente está. Os religiosos fanáticos pregam que tudo é pecado, menos o pecado. Muitos evangélicos se preocupam mais em obedecer a doutrinas que são preceitos dos homens do que os mandamentos do próprio Deus. A insanidade religiosa e o Terrorismo Gospel alienam através do Evangelho do Medo as pessoas leigas que não conhecem a Palavra de Deus.

Muitas mulheres crentes não se dão o respeito, ou seja, elas não são muito diferentes das mulheres do mundo que se prostituem. Eu sempre defendi as mulheres, mas a cada dia que passa sou tentado a me tornar machista. Muitas mulheres gostam de serem tratadas como mercadorias, isto é, elas gostam de serem usadas como se fossem objetos mesmo. As garotas evangélicas são as que mais me decepcionam, porque eu esperava coisa melhor delas. As garotas crentes conhecem a verdade, mas, infelizmente, muitas delas não têm nenhum respeito por Deus, e nem por elas mesmas. Agora, eu entendo o porquê de Deus querer que os homens governem, e que as mulheres sejam submissas a eles. Desculpem-me pela minha sinceridade, pois eu estou apenas desabafando. Claro, que há mulheres valorosas que são exceções, mas são poucas.

Quase todos os evangélicos são preconceituosos (eu me incluo entre eles). Eu tenho muito que aprender com Jesus Cristo, o Messias. O que eu mais admiro em Jesus Cristo, é que Ele amava as pessoas sem julgá-las (na verdade, somente os religiosos hipócritas eram julgados por Jesus). Cristo sempre andou com as pessoas pobres e simples (algo que eu preciso aprender). Jesus também andava com pessoas nobres e ricas, como o seu amigo, José de Arimatéia, que era membro do Sinédrio e um senador muito rico. Jesus Cristo era um homem que se assentava à mesa com prostitutas e ladrões, ou seja, Ele comia e bebia com os pecadores (algo que a maioria dos cristãos não gosta de divulgar).

Na época em que Tibério César era imperador de Roma, e Herodes Antipas, tetrarca da Galiléia, e Pôncio Pilatos, governador da Judéia, um homem simples que era carpinteiro revolucionaria a história da humanidade.

Jesus Cristo era um homem politicamente incorreto (acreditem, essa é a mais pura verdade). O Messias tratava ricos e pobres como se fossem iguais, porque Ele amava a todos igualmente. Jesus elogiou a fé de um centurião romano, e desprezou a religiosidade dos fariseus, que eram hipócritas. Cristo preferia andar com prostitutas e ladrões do que com os fariseus, que eram falsos. Jesus virou as mesas, chutou tudo o que via pela frente, e desceu a chicotada nos cambistas do Templo de Jerusalém (os religiosos hipócritas podem querer encobrir isso o quanto quiserem, mas isso está registrado na Bíblia). Então, será mesmo que Jesus Cristo era politicamente correto e falso moralista como a maioria dos cristãos prega?

“Porém, o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei, porque o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém, o Senhor, o coração”. (1 Samuel 16:7)

Deus, Jesus Cristo, e o Espírito Santo, não estão preocupados com a aparência das pessoas, mas, sim, com os seus corações. Portanto, doutrinas que são preceitos dos homens não salvam ninguém. O único que pode salvar é Jesus Cristo, o Messias.

Nenhum comentário: