segunda-feira, 30 de abril de 2012

DEUS DO IMPOSSÍVEL



Eu achei que tinha superado a minha dor, mas ela ainda permanece de uma maneira diferente. Dessa vez, não sofro por uma pessoa específica, mas, sim, por alguém que nem sei se existe. Eu sempre me guardei para a mulher certa, mas eu nem sei se essa pessoa realmente existe. Fico pensando se eu não estou me guardando para alguém que nunca existiu. Quase todos os homens que eu conheço sempre me disseram que as mulheres não prestam e que todas elas são umas vadias. Eu sempre discordei dessa afirmação. Eu conheci algumas mulheres decentes durante a minha existência, mas, infelizmente, nunca me interessei pela maioria delas. Antigamente, eu olhava só para o físico das mulheres (quanto mais linda melhor), mas com o passar do tempo, eu comecei a admirar as mulheres pelas suas personalidades. Eu adoro mulheres inteligentes que têm caráter. Claro, que não dispenso a beleza, mas descobri que isso não é o mais importante. Todas as flores por mais belas que sejam, um dia murcham.

Eu sou um homem muito temente a Deus, pois eu sempre vou à igreja, converso constantemente com Deus, e leio muito a Bíblia. Eu tento fazer a minha parte, mas ainda acho que é pouco o que faço. Desejo ardentemente me tornar amigo de Deus, mas eu sinceramente não sei se Deus está muito interessado em ser meu amigo (estou sendo extremamente sincero). Eu conheço a Palavra de Deus, ou seja, eu manjo de Bíblia. Eu conheço praticamente todas as histórias bíblicas, mas, infelizmente, não tenho conseguido viver o Evangelho. Eu quero muito fazer a vontade de Deus, mas os meus pecados são tantos que me envergonho grandemente.

Apesar da angústia que estou sofrendo, quero contar sobre os milagres de Deus, porque, talvez, assim, eu volte a ter esperança de realizar o grande sonho da minha vida, isto é, não terminar sozinho.

Deus, o Todo-Poderoso, criou o Universo, ou seja, Ele criou a Terra e todos os demais planetas. O Altíssimo criou todas as estrelas e constelações. Deus criou os dinossauros (que não estão mais entre nós); Ele também criou todos os animais; e a maior de todas as suas criações, o ser humano. Adonai criou o homem com as suas próprias mãos e lhe deu o fôlego de vida. Mais tarde, Deus criou a mulher para fazer companhia para o homem, porque Deus reconheceu que não é bom que o homem fique só (bem que Deus podia pensar assim no meu caso também).

Lembro-me de muitas maravilhas que Deus realizou no meio do seu povo. O Altíssimo abriu o Mar Vermelho, e também abriu o Rio Jordão para que o seu povo passasse. Yavé deu uma força prodigiosa para Sansão, que foi capaz de matar um leão com as suas próprias mãos; e conseguiu sozinho vencer mil soldados filisteus. O Senhor dos Exércitos ajudou Davi a matar um leão e um urso e a vencer o gigante Golias; e sempre auxiliou esse seu servo nas batalhas, porque ele andava segundo o seu coração. Adonai livrou a Hananias, Misael e Azarias na fornalha ardente; e também livrou a Daniel na cova dos leões. O Deus Eterno já ressuscitou os mortos e curou os enfermos de enfermidades incuráveis para a Medicina. Esse é o Deus que eu creio, o Deus do Impossível. Se Deus pode realizar todas essas maravilhas, Ele também pode mudar a minha sorte com as garotas. Isso é uma coisa impossível para os homens, mas é possível para Deus (agora, basta Deus querer é claro).

Deus é muito misericordioso, entretanto, Deus é misericordioso quando Ele quer e com quem Ele quer. Quem me dera se Deus se compadecesse de mim e mudasse a minha sorte. Eu estou ficando velho e acabado; e tenho medo de acabar sozinho. Será que Deus sabe do meu sofrimento? Será que Deus conhece a minha angústia? Eu sei que Deus realiza coisas impossíveis; e se Ele quiser, eu arranjo uma companheira.

sábado, 28 de abril de 2012

AGONIA



“Maldito o dia em que nasci; não seja bendito o dia em que me deu à luz minha mãe. Maldito o homem que deu as novas a meu pai, dizendo: Nasceu-te um filho; alegrando-o com isso grandemente. Seja esse homem como as cidades que o Senhor, sem ter compaixão, destruiu; ouça ele clamor pela manhã, e ao meio-dia, alarido. Por que não me matou Deus no ventre materno? Por que minha mãe não foi minha sepultura? Ou não permaneceu grávida perpetuamente? Por que saí do ventre materno tão-somente para ver trabalho e tristeza, e para que se consumam de vergonha os meus dias”? (Jeremias 20:14-18)

Ó, Altíssimo, escuta as minhas orações! Por que o Senhor tem me ignorado? O que eu fiz para o Senhor me desprezar? Por favor, Adonai, inclina os seus ouvidos para mim e ouça o meu clamor! Eu preciso de ti, Deus Vivo. Eu amaldiçôo o dia em que nasci, porque preferia não ter nascido. Por que não morri quando Satanás tentou me matar? Por que o Senhor, Deus de Israel, me salvou a vida? O Senhor me salvou para que eu vivesse sofrendo e terminasse sozinho?

O Diabo constantemente me sugere coisas erradas e sempre tenho dito não para as suas sugestões malignas, mas não sei até quando conseguirei recusar as suas sugestões. Eu desejo dormir e não acordar mais. Por que o Senhor não faz o meu coração parar de bater? Por que o Senhor não tira o meu fôlego de vida? Por favor, me dê o tiro de misericórdia e acabe com isso de uma vez!

Já estou com um pé na cova, ou seja, falta pouco tempo para o meu corpo entrar na sepultura. Eu não vejo à hora de fechar os meus olhos e adormecer eternamente. Por favor, Deus, me dê o descanso dos santos! Eu lhe imploro, me dê o sono dos justos! Deus, tenha piedade de mim. Yavé, toque no meu coração e sare as feridas de minha alma. O meu espírito está muito abatido e o meu corpo desfalecido por causa da dor que assola o meu interior.

Nos últimos meses, tenho passado por várias experiências na minha vida. Eu achei que seria realmente um vencedor, mas me enganei. Eu não sou ninguém. Eu sou menos do que nada diante de sua presença. Sem o Senhor eu não posso nada. Eu reconheço a minha insignificância perante a sua grandeza. Quem sou eu para que o Senhor me escute? Quem sou eu para que o Deus Vivo me atenda? Eu sou um monte de esterco comparado ao Senhor. Eu sou podridão e miséria diante da sua face. O Senhor é tudo; e eu sou nada.

O que o Senhor pensa sobre mim? O Senhor sente orgulho ou vergonha de mim? Eu sou realmente especial para o Senhor? O Senhor me ama de verdade? Se me ama, acabe com o meu sofrimento. Faça o que o Senhor quiser na minha vida. Eu sei que o Senhor tudo pode e nada pode frustrar os seus planos. Eu sei quem o Senhor é, Deus de Israel. Senhor dos Exércitos é o seu nome. O Senhor é poderoso nas batalhas, porque do Senhor é a guerra. Eu sei lutar e atirar; e nada disso adianta para alguma coisa. Vejo com clareza que não posso superar este problema sem a sua ajuda. Eu não confio em meus punhos e nem nas armas, mas, sim, no Senhor, Deus Eterno. O Senhor é a minha segurança e a minha salvação. Eu estou na fossa, mas sei que o Senhor é poderoso para me tirar dela. O Senhor, Todo-Poderoso, é o Deus do Impossível. Nada pode deter a força do seu braço, porque o Senhor é muitíssimo forte. Eu não tenho mais forças para reagir, mas a sua glória se manifestará na minha fraqueza. Eu confio em ti; e sei que o Senhor me livrará dessa, como fez das outras vezes.

O Senhor sempre foi fiel na minha vida; e não será agora que o Senhor me abandonará. Eu serei livrado desta situação, e te exaltarei com todo o meu coração.

AINDA HÁ ESPERANÇA



“Até quando te esquecerás de mim, Senhor? Para sempre? Até quando esconderás de mim o teu rosto? Até quando consultarei com a minha alma, tendo tristeza no meu coração cada dia? Até quando se exaltará sobre mim o meu inimigo? Atenta em mim, ouve-me, ó Senhor, meu Deus; alumia os meus olhos para que eu não adormeça na morte; para que o meu inimigo não diga: Prevaleci contra ele; e os meus adversários se não alegrem, vindo eu a vacilar. Mas eu confio na tua benignidade; na tua salvação, meu coração se alegrará. Cantarei ao Senhor, porquanto me tem feito bem”. (Salmo 13:1-6)

A minha alma está muito abatida; e a dor aguda no meu coração desfalece todo o meu corpo. Durante dias, não dormi bem e nem me alimentei direito, mas, agora, estou me sentindo um pouco melhor. Deus é o meu refúgio e a minha salvação. Em Deus eu confio, porque entreguei o meu coração em suas mãos. Quando eu nasci, a minha mãe me consagrou a Deus. Da mesma maneira, um pastor amigo de minha família também me consagrou ao Altíssimo quando eu ainda era apenas um bebê. Eu mesmo me consagrei a Deus há alguns meses atrás. Desejo ardentemente servir a Deus e buscá-lo incansavelmente até encontrá-lo. Eu sou de Deus, mesmo que os outros digam o contrário. Eu tenho esperança de que mais cedo ou mais tarde Deus me escutará e me atenderá. Que Deus seja glorificado através da minha vida.

“Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração”. (Jeremias 29:13)

Deus, o Altíssimo, me fala esse versículo desde que eu era apenas uma criança. Tenho desejo ardente de buscar a Deus e fazer a sua vontade. Eu fico frustrado e desanimado, porque tento ser uma pessoa melhor, e não consigo. Eu sei que nunca alcançarei a perfeição aqui neste mundo, mas ainda tenho esperança de que o Espírito Santo possa me ajudar a ser uma pessoa quase perfeita. Desejo muito seguir a Jesus Cristo, ou seja, quero viver o Evangelho. Quem me dera se Deus inclina-se os seus ouvidos novamente para mim e me atendesse. Como eu gostaria que Deus me tornasse num homem de verdade, isto é, num homem de atitude. Se algum dia eu me casar, quero ser o melhor marido do mundo para a minha esposa, ou seja, quero ser fiel e carinhoso com ela. Se eu tiver filhos futuramente, desejo muito ser um pai amoroso e compreensivo (jamais irei oprimi-los ou abandoná-los). Mas, quando penso na possibilidade dessas coisas acontecerem, chego à conclusão, de que a possibilidade é quase inexistente. Não consigo imaginar uma mulher gostando de mim (para mim, isso é uma utopia). Se eu tivesse filhos, temeria cometer os mesmos erros que cometeram comigo. Eu sei que o Deus de Israel é o Deus do Impossível, isto é, Ele realiza coisas impossíveis. Se o Deus Vivo quiser que eu constitua uma família, Ele me ajudará a conseguir essa conquista.  

Eu me sinto como Daniel na cova dos leões; e também me sinto como Hananias, Misael e Azarias na fornalha ardente. Assim, se encontra o meu coração. As chamas ardentes me queimam e os meus sentimentos me despedaçam.

Quem me dera se Deus de seu alto e sublime trono olhasse para mim e se compadecesse de minha desprezível pessoa. Eu sou um verme; e não um homem. Eu sou o opróbrio dos homens; e desprezado do povo. Eu sou um nada. Mas, eu sei que Deus pode me tornar em alguma coisa que vale a pena.  

Deus é a minha esperança, porque Ele é o Todo-Poderoso que pode todas as coisas. O Altíssimo tem o domínio sobre todos os reinos da Terra; e tem as vidas de todas as pessoas em suas mãos. Eu sou um vaso nas mãos do oleiro que faz o que quer comigo.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

EM BUSCA DE UM MILAGRE



“Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que se acham longe de meu salvamento as palavras de meu bramido? Deus meu, clamo de dia e não me respondes, também de noite, porém, não tenho sossego. Contudo tu és santo, entronizado entre os louvores de Israel. Nossos pais confiaram em ti; confiaram e os livraste. A ti clamaram, e se livraram; confiaram em ti e não foram confundidos. Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo”. (Salmo 22:1-6)

Ó Altíssimo, eu estou sofrendo! Por favor, atenda o meu clamor! Eu sei que o Senhor pode me ouvir, apesar de aparentemente me deixar no vácuo. De uma maneira linda, o Senhor me revelou que me ouve. Então, por favor, escute as minhas orações. Eu estou vagando pelo Vale da Sombra da Morte e não vejo nenhuma luz no final. Eu estou na mesma situação que o profeta Elias quando ele se escondeu dentro de uma caverna no monte Horebe. Eu estou dentro de uma caverna fria e sombria. O Senhor tenta me tirar de dentro desta caverna com um grande e forte vento, com o terremoto e com o fogo; mas apenas uma voz mansa e delicada poderá me tirar de dentro desta caverna onde só os solitários e os desamparados habitam.

As chamas ardentes carbonizam o meu pobre coração, que não agüenta mais sofrer. Eu estou sozinho e desamparado. Por que o Senhor não vem me socorrer como me socorreu das outras vezes? Eu quero te servir, Deus, e seguir ao seu único filho, Jesus Cristo. Desejo ser morada do Espírito Santo e viver o Evangelho. Tenha piedade de mim, Todo-Poderoso! Eu não sei mais o que fazer.

Os meus sentimentos me despedaçam de tal forma que não sei como juntarei os pedaços depois. Mesmo, que o meu corpo seja despedaçado em mil pedaços, cada pedacinho meu ainda continuará te amando.

Eu preciso de ti, Adonai! Por favor, Deus Vivo, me ouça e me atenda! Não vire as costas para mim! Eu lhe imploro, Deus, não me ignore!

Eu nunca tive um pai, mas quero que o Senhor seja a minha referência paterna. Por favor, Deus, me dê conselhos. Mostre-me o que devo fazer. Eu tenho muito medo de enfrentar o meu problema. O que devo fazer? Eu não tenho experiência com essas coisas, e fico sem saber o que fazer. Eu tento ser legal e compreensivo, mas acho que mesmo assim estou falhando. Por favor, Yavé, me mostre o que eu tenho que fazer para superar este problema e me livrar desta grande aflição.

Eu acho que sempre tive isso dentro do meu coração, mas foi há pouco tempo que me dei conta de que isso está dentro de mim. Eu já passei por situações parecidas, mas nenhuma delas se comparam a esta. Eu estou sem saber o que fazer, pois eu fiz a minha parte. Eu me aproximei e enfrentei o meu problema, mas vi que não deu certo. Como sempre, eu nunca tive sorte com essas coisas. Eu não quero fazer nada errado, ou seja, não quero trair a sua confiança. Pode confiar em mim, Deus, eu não pisarei na bola. O Senhor confiou em mim para colocar uma arma de fogo em minhas mãos e me ensinou a lutar, e o Senhor viu que não usei para o mal o que aprendi. Deus, eu tenho um espírito reto e um coração puro. Pode confiar em mim, eu não trairei a sua confiança.

O meu maior sonho é resolver este problema e acabar com esta agonia, mas somente o Senhor pode me ajudar a vencer este desafio. O Senhor tem misericórdia de quem o Senhor quer ter misericórdia. O Senhor, Deus, se compadece de quem o Senhor quiser. Eu lhe suplico para que o Senhor não me desampare. Eu quero o meu milagre; e apenas irei parar de buscá-lo quando o meu corpo estiver sem vida na cova. Eu serei teimoso contigo, até o Senhor me escutar e me atender. Eu espero um dia poder rir desta situação tão agonizante que estou passando. Que a sua vontade prevaleça na minha vida.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

MELANCOLIA



“Senhor, Deus da minha salvação, diante de ti tenho clamado de dia e de noite. Chegue a minha oração perante a tua face, inclina os teus ouvidos ao meu clamor. Porque a minha alma está cheia de angústias, e a minha vida se aproxima da sepultura. Já estou contado com os que descem à cova; estou como um homem sem forças, posto entre os mortos; como os feridos de morte que jazem na sepultura, dos quais te não lembras mais; antes, os exclui a tua mão. Puseste-me no mais profundo do abismo, em trevas e nas profundezas”. (Salmo 88:1-6)

O Senhor dos Exércitos me livrou várias vezes da morte, porque Ele tem algum propósito na minha vida. O Deus de Israel sempre foi fiel e me mostrou a sua fidelidade diversas vezes durante a minha existência. Eu tenho passado por um momento muito difícil, mas creio que o Altíssimo me socorrerá. Não sei o porquê de aparentemente o Deus Vivo não está me ouvindo, mas eu sei que Ele me ouve. De uma maneira muito especial, Deus, me revelou no passado que Ele me ouve. Nesses últimos dias, tenho sido ingrato com Deus, e quero pedir perdão a Ele por minha ingratidão. Eu afirmo que Deus é fiel; e realiza até milagres para ajudar as pessoas que o buscam e o amam de verdade. Contarei um pouco sobre a situação em que me encontro.

A amargura seca os meus ossos e a tristeza incha o meu coração. Sinto picadas nos meus rins e todo o meu corpo sofre por causa da dor da minha alma. O meu espírito está desanimado e abatido. Sinto ardente desejo de morrer para que a dor aguda acabe, mas sei que o meu Deus, o Senhor dos Exércitos, me salvará.

Satanás, o Diabo, tem sugerido coisas maléficas para mim, mas como sempre, o Tinhoso insulta a minha inteligência. Esse cara pensa que eu sou idiota para acatar as asneiras que ele me fala. Eu posso estar passando por uma situação muito difícil, mas eu confio no meu Deus, e sei que Ele me livrará dessa grande aflição.

Eu tenho algo em comum com muitos heróis bíblicos, eu sou melancólico como muitos deles. Mas, assim, como esses heróis bíblicos, eu creio que Deus me ajudará a superar os meus problemas.

Eu sou menos do que nada diante do Deus judaico-cristão. O Altíssimo tem misericórdia de quem Ele quiser ter misericórdia. Deus se compadece de quem Ele quer. O Todo-Poderoso não tem obrigação nenhuma de me ouvir e nem de me atender. Eu apenas rogo com toda a humildade do meu coração, para que Deus tenha piedade de mim. Eu sou um monte de estrume perante a presença do Deus de Israel. Eu não digno de sua misericórdia, mas mesmo assim me jogo aos seus pés para suplicar pelo seu perdão. Eu tenho pisado na bola com Deus, e quero me retratar. Eu desejo que Deus olhe para mim novamente e ouça o meu pedido de perdão. Peço a Deus para que Ele me perdoe de todos os meus pecados. Deus sabe que eu sonho em me tornar numa pessoa melhor. Eu sei que nunca alcançarei a perfeição aqui na Terra, mas desejo ardentemente me tornar quase perfeito com a ajuda do Espírito Santo.

O meu coração arde em chamas como uma fornalha ardente; e não sei mais o que fazer. Os meus sentimentos me consomem aos poucos e a dor é tão aguda que se tornou insuportável. O meu corpo todo está abatido por causa do sofrimento da minha pobre alma, mas creio que Deus irá me salvar.

Já passei por momentos quase semelhantes a esse, mas esse problema é mais voraz e impetuoso do que todos os demais que já enfrentei. O meu coração sente tanta dor que faz o meu sangue quase jorrar por todos os orifícios do meu corpo.

Eu não sou digno para que Deus me escute, mas sei que Ele é muito misericordioso e tenho esperança de que Ele me ajudará a vencer. Deus me salvará; e eu o louvarei.           

segunda-feira, 23 de abril de 2012

O MEU SOCORRO VEM DO CÉU



“Com a minha voz clamei ao Senhor; com a minha voz ao Senhor supliquei. Derramei a minha queixa perante a sua face; expus-lhe a minha angústia. Quando o meu espírito estava angustiado em mim, então, conheceste a minha vereda. No caminho em que eu andava, ocultaram um laço. Olhei para a minha direita e vi; mas não havia quem me conhecesse; refúgio me faltou; ninguém cuidou da minha alma. A ti, ó Senhor, clamei; eu disse: tu és o meu refúgio e a minha porção na terra dos viventes. Atende ao meu clamor, porque estou muito abatido; livra-me dos meus perseguidores, porque são mais fortes do que eu. Tira a minha alma da prisão, para que louve o teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste bem”. (Salmo 142:1-7)

Deus é o meu refúgio e socorro bem presente na tribulação. Tenho passado por um momento muito difícil, mas eu confio no Altíssimo e sei que Ele me livrará desse problema. O Todo-Poderoso sempre foi fiel na minha vida; e espero retribuir tudo o que Ele tem feito por mim. Eu desejo do fundo do meu coração servir a Deus e seguir a Jesus Cristo. Quero muito ser morada do Espírito Santo e viver no centro da vontade de Deus. O meu desejo ardente é andar segundo o coração de Deus. Eu sempre admirei o rei Davi; e quero ser semelhante a ele. Quando Davi escreveu esse Salmo, ele estava escondido dentro de uma caverna e estava extremamente deprimido. É assim que eu me sinto atualmente. Apesar da dor aguda que assola o meu pobre e tosco coração, eu confio em Deus e sei que Ele me livrará.

O profeta Elias uma vez também se escondeu dentro de uma caverna, que ficava no monte Horebe. Deus tentou tirá-lo da caverna com um grande e forte vento, com o terremoto e com o fogo, mas Elias não saia da caverna. Então, quando Deus lhe falou com uma voz mansa e delicada, o profeta saiu da caverna e voltou a encarar a vida. Eu me sinto como Elias, pois desejo ardentemente morrer para que a minha dor cesse. Mas, eu acredito que Deus me resgatará desta caverna fria e sombria onde me encontro.

Deus, o Altíssimo, livrou a Hananias, Misael e Azarias da fornalha ardente (é assim que o meu coração se encontra no momento, como uma fornalha ardente). O Todo-Poderoso também livrou a Daniel na cova dos leões (os meus sentimentos são como leões famintos querendo me destroçar). Deus livrou todos esses homens; e creio que o Altíssimo também me livrará desse inferno emocional em que eu me encontro.

Então, respondeu Jó ao Senhor: Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado. Quem é aquele, como disseste, que sem conhecimento encobre o conselho? Na verdade falei do que não entendia; cousas maravilhosas demais para mim, cousas que eu não conhecia. Escuta-me, pois, havias dito, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu me ensinarás. Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem”. (Jó 42:1-5)

O maior sonho do meu coração é conhecer a Deus face a face, pois desejo ardentemente andar com Deus. Quero muito ser amigo de Deus, porque a minha alma o deseja avidamente. Eu quero um dia poder afirmar que antes eu conhecia a Deus somente de ouvir falar, mas, agora, eu o conheço de andar com Ele.

“Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; livrá-lo-ei e o glorificarei”. (Salmo 91:15)

Eu invoquei a Deus e tenho esperança de que Ele me salvará. Eu confio em Adonai, porque sei que Ele não me desamparará. Eu sei que Yavé me ajudará a superar esse problema, porque creio que Ele é fiel. Deus, o Altíssimo, tem o domínio sobre todas as coisas, porque Ele é o Todo-Poderoso. Jeová é o Deus do Impossível; e Ele me livrará dessa grande aflição. A minha agonia cessará; e eu glorificarei ao meu Deus. 

sábado, 21 de abril de 2012

MEDO DA SOLIDÃO



Nos últimos meses, tenho aprendido mais sobre o amor. Conheci vários tipos de amor durante a minha existência aqui na Terra, porém, nunca conheci o amor de uma mulher. Eu nunca amei uma mulher (até porque a gente somente pode afirmar que ama convivendo com a pessoa), mas me apaixonei por diversas mulheres. Algumas valeram a pena (elas eram realmente legais), mas outras não valeram tanto a pena assim. Eu sempre quebro a cara quando me apaixono, por isso, decidi fechar o meu coração para isso. Eu sempre me pergunto se a pessoa certa para mim existe. Eu gostaria realmente de saber se é minimamente possível alguma mulher se apaixonar por mim. Eu sempre fui inocente e ingênuo em relação às mulheres. Podem acreditar, eu não tenho a maldade e a malícia que os outros homens têm. Neste texto, irei desabafar sobre os meus sentimentos, e afirmo categoricamente, que serei extremamente verdadeiro e sincero em tudo o que eu escrever.

A primeira coisa que acontece quando eu me interesso por alguma garota é sentir extremo medo dela. Eu sou muito tímido e tenho medo das garotas pensarem que eu estou querendo dar em cima delas (eu garanto que sou muito inocente com as mulheres; e as minhas intenções são sempre as melhores). Eu sempre fui muito íntegro em relação às mulheres. Eu sempre as respeitei, pois nunca ousei fazer nada errado com elas. Deus, o Altíssimo, sabe, que eu em nenhum momento pretendi fazer algo errado com as garotas. Eu sinto atração física por mulheres (glória a Deus por isso), mas em pouquíssimas vezes eu pensei alguma coisa imoral com elas. Quero contar sobre algumas amigas que tive (não citarei nomes), mas quem conhece a minha história saberá de quais pessoas estou falando.

Eu raramente me relaciono (me refiro à amizade) com as mulheres. Eu tenho muito medo do sexo oposto; e o meu maior medo é que as garotas pensem que eu quero fazer alguma coisa indevida com elas (Deus sabe que eu sou realmente puro em relação a isso). Poucas garotas tiveram a coragem de se aproximar de mim. De algumas eu sou amigo até hoje. Já tive amigas “santas” e amigas supostamente “depravadas”, mas sempre respeitei ambas. O sexo pouco me importa (ou qualquer outra coisa que me excite). Eu nunca beijei na boca e nem transei, porque sempre me guardei para a pessoa certa. Eu nunca quis um objeto sexual, mas sempre quis uma companheira, uma grande amiga. Eu sinto atração física por mulheres, mas eu sou sincero quando afirmo que o sexo e o beijo pouco me importam. O que eu quero é a companhia. Claro, que se algum dia eu namorar, beijarei a minha namorada na boca. Também é óbvio, que se eu me casar, farei sexo com a minha esposa. Mas no momento o que eu procuro é apenas uma companhia feminina.

Eu sempre procurei uma companhia feminina que preenchesse o vazio do meu coração, mas nunca a encontrei. Eu nem sei se a mulher certa para mim realmente existe. Talvez, o meu destino seja o celibatário mesmo. Será que eu serei celibato pelo resto dos meus dias? Será que nunca uma mulher irá me amar? Eu desejo muito ter amizades femininas, mas gostaria de ter uma amiga especial. Eu desejo muito ter uma amiga em que eu possa confiar os meus mais íntimos segredos a ela. Mas, acho que essa pessoa nunca vai existir. As mulheres geralmente não gostam de mim. Nem sabem elas que eu não sou nenhuma ameaça. Eu sou um homem muito íntegro e respeitador, ou seja, eu jamais tentaria fazer algo errado com as mulheres (nem se elas quisessem).

Eu sempre peço para Deus me tornar numa pessoa melhor, mas, infelizmente, eu sempre piso na bola com as pessoas (principalmente, com as mulheres). Talvez, o meu destino seja me dedicar às guerras e as batalhas mesmo, porque no amor eu nunca tive sorte. 

terça-feira, 17 de abril de 2012

A ESSÊNCIA DE DEUS



“E eu passo a mostrar-vos ainda um caminho sobremodo excelente. Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine. Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé ao ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei. E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres, e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará. O amor é paciente, é benigno, o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozijasse com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba; mas, havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará; porque em parte conhecemos, e em parte profetizamos. Quando, porém, vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado. Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das cousas próprias de menino. Porque agora vemos como em espelho, obscuramente, então veremos face a face; agora conheço em parte, então conhecerei como também sou conhecido. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três: porém o maior destes é o amor”. (1 Coríntios 13:1-13)

Nos últimos meses, eu tenho aprendido mais sobre o amor. Deus tem me mostrado o seu amor por mim; e tem me ensinado a amar os meus semelhantes. Eu sempre tive um coração duro e frio, mas Deus tem amolecido o meu coração e me ensinado a amar.

Existem vários tipos de amor, como, por exemplo, o amor dos pais pelos seus filhos; e dos filhos pelos seus pais. O amor das pessoas pelos seus irmãos. O amor por uma causa ou por uma ideologia. E o amor que eu mais valorizo (depois do amor de Deus) que é o amor de um homem por uma mulher; e o amor de uma mulher por um homem.

Eu já me apaixonei por inúmeras mulheres e pensava nelas a todo instante. Eu desejo ardentemente encontrar a pessoa certa para mim, ou seja, a mulher que Deus separou para se casar comigo. Eu quero ser amoroso e carinhoso com a minha esposa. Eu quero ser fiel e sincero com a minha amada. Eu quero que a minha mulher seja a minha melhor amiga; e que eu seja o melhor amigo dela. Eu estou me guardando para a mulher certa para mim há quase trinta anos, isto é, tenho me guardado a minha vida toda para a mulher que será a minha companheira pelo resto dos meus dias. Eu desejo fazer a minha mulher feliz, ou seja, quero dedicar a minha vida em prol de sua felicidade.

Eu descobri com o meu relacionamento com Deus, que a essência do Todo-Poderoso é o amor. A essência de Deus é o amor ardente que Ele sente pela humanidade (principalmente, pelo seu povo); e o seu princípio é a justiça. Deus é amor, mas também é justiça. Deus é justo, mas o seu amor é imensurável. Deus amou o mundo de tal maneira, que Ele deu o seu único filho para morrer pelos homens. O Altíssimo é misericordioso com os seres humanos, isto é, Ele perdoa e entende as pessoas que se humilham diante da sua presença. Deus ama imensamente as pessoas sinceras que abrem os seus corações para Ele. Deus tem paixão pela sua mais importante criação, o homem. Deus ama e perdoa todos os homens que o buscam de verdade. O Altíssimo olha para as pessoas com amor, e não com desprezo. Deus ama o ser humano apesar de seus pecados, porque a sua essência é o amor.

Decidi escrever este artigo, porque o meu coração está cheio de amor. Eu aprendi a amar o ser humano, porque Deus me ensinou o que é o amor.

domingo, 15 de abril de 2012

CONFIANÇA EM DEUS



“E saberá toda esta congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão”. (Samuel 17:47)

Nesses últimos dias, eu aprendi a confiar cegamente em Deus. O Altíssimo me mostrou que mesmo quando eu peco, ou seja, quando piso na bola com Ele, o Todo-Poderoso permanece fiel na minha vida. Deus realizou um dos maiores sonhos da minha vida. Eu fiz um curso de vigilante e aprendi a lutar e a atirar. Eu tirei notas altas nas aulas de defesa pessoal e de tiro. Eu não tinha condições de fazer esse curso, mas Deus, o Altíssimo, me capacitou. Todas as pessoas que me conhecem sabem que eu não sabia lutar e nem tinha perfil para ser segurança, mas Deus realizou um grande milagre na minha vida. Antes eu era inseguro e não confiava em Deus, mas, agora, eu deposito a minha confiança somente no Altíssimo. Eu aprendi com o rei Davi (que era um grande guerreiro) que Deus não salva com lutas e nem com armas (apesar dessas coisas serem necessárias), porque do Senhor é a guerra. Antes de eu fazer esse curso de vigilante, eu já tinha aprendido que Deus é o meu refúgio e a minha segurança. Agora, eu posso até saber lutar e manusear armas de fogo, entretanto, não deposito a minha confiança em meus punhos e nem nas armas, mas, sim, no Senhor dos Exércitos. Deus é o meu guarda-costas; e sempre que eu precisar combater, Ele estará ao meu lado para me auxiliar na batalha.

Eu fiz dezesseis dias de curso; e aprendi muitas coisas. Eu aprendi a desarmar pessoas armadas com facas e com armas de fogo. Também aprendi os primeiros socorros, a sobreviver em meio a um incêndio, a me comunicar através do rádio comunicador com o Alfabeto Fonético e com o Código Internacional “Q”, e o mais importante, eu aprendi a manusear o revólver calibre 38. Eu também peguei nas pistolas calibres 380 e ponto 40.

“Mas, quando o seu coração se exalçou e o seu espírito se endureceu em soberba, foi derribado do seu trono real, e passou dele a sua glória. E foi tirado dentre os filhos dos homens, e o seu coração foi feito semelhante ao dos animais, e a sua morada foi com os jumentos monteses; fizeram-no comer erva como os bois, e pelo orvalho do céu foi molhado o seu corpo, até que conheceu que Deus, o Altíssimo, tem domínio sobre os reinos dos homens e a quem quer constitui sobre eles”. (Daniel 5:20-21)

Eu aprendi na Bíblia que Deus estabelece as autoridades governamentais (inclusive, as forças de repressão ao crime). Todos os meus instrutores são pessoas investidas de autoridade (quase todos são militares e policiais). O que eu achei mais legal nos meus instrutores, é que eles falavam muito em Deus e ensinavam princípios e valores. Eu admiro todos os meus instrutores e quero ser igual a eles. Os meus instrutores que me treinaram no curso de vigilante, reconhecem que Deus, o Altíssimo, domina sobre o mundo e dá o poder a quem Ele quer. Os cristãos anarquistas e pacifistas querendo ou não, são incapazes de mudar essa verdade bíblica, isto é, de que Deus estabelece as autoridades da Terra.

Conheci pessoas maravilhosas nesse curso de vigilante e espero um dia poder trabalhar, pelo menos, com algumas delas. Esses dezesseis dias foram os melhores momentos da minha vida. Eu acho que atirar com uma arma de fogo pela primeira vez deve ser muito melhor do que a primeira transa (eu ainda sou virgem e pretendo me guardar até o casamento).

Se for da vontade de Deus, eu farei também o curso de manutenção de armas (nesse curso eu aprenderei a montar e desmontar as armas) e farei o curso de escolta armada. Que à vontade de Deus prevaleça na minha vida.