quarta-feira, 16 de novembro de 2011

A GUERRA DO BEM CONTRA O MAL

(Esta história é a continuação de "Inimigos das Trevas". Eu decidi escrever esta história, porque continuei não tendo o que fazer).
Baal-Zebube, o Senhor das Moscas, foi afugentado pelos Guerreiros de Cristo, mas ele não desistiria tão fácil de seus planos maléficos. O Mestre do Mal tramava destruir a raça humana, porque o homem era a imagem e a semelhança de Deus. O Príncipe das Trevas odiava Jesus Cristo e seus seguidores, e estava disposto a tudo para alcançar o seu objetivo, que era destruir a Terra e seus habitantes.
O caos e a desordem assolavam o mundo, pois os homens se traíam e se matavam por motivos fúteis. Irmãos matavam irmãos; os pais matavam os seus filhos; e os filhos matavam os seus pais. A hipocrisia tomou conta da Igreja Cristã, e o amor se esfriou de quase todos.
A globalização unia as nações e os homens clamavam por um líder mundial que estabelecesse a lei e a ordem na Terra; mas, na verdade, o Anti-Cristo apenas trairia desgraças e maldições para todos os habitantes do mundo.
Davi e seus amigos faziam a diferença na sociedade, porque eles eram extremamente honestos e justos. Esses heróis faziam justiça e protegiam os indefesos. O Herói sempre sonhou em ser policial, e quando realizou o seu sonho, ele prometeu para si mesmo que usaria as suas habilidades de combate para defender os fracos e oprimidos.
Alguns guerreiros que pertenciam à organização satânica, Caveiras e Ossos, desejavam ardentemente se vingar dos Guerreiros de Cristo, porque esses guerreiros cristãos haviam derrotado esses malfeitores. Loki, Hazael, Cronos, Orfeu, Scarface e Naga, sob o comando de Baal-Zebube, acreditavam que se vingariam dos heróis que sempre estragavam os planos do Príncipe das Trevas, que constantemente investia contra os jovens e as crianças, e tinha como alvo prioritário destruir a instituição chamada família.
Os Illuminati continuavam sendo liderados por Drakon, o Terrível, que mesmo encarcerado ainda ditava as regras. Os Illuminati se infiltravam nos governos e nas igrejas para, assim, conseguirem conquistar o mundo. Esses malfeitores pretendiam espalhar um vírus mortal sobre a Terra para dizimar a maior parte da humanidade, porque tendo poucas pessoas vivendo no mundo ficaria mais fácil de controlá-las.
Baal-Zebube soltou um crocodilo gigante na Capital de São Paulo, conhecido como Leviatã. Esse réptil gigantesco tinha 15 metros de comprimento e ele vagava pelos esgotos da cidade espalhando o terror por onde passava.
O Cristianismo era ameaçado constantemente pelas forças do mal, e muitas vezes eram os falsos cristãos que ameaçavam a Igreja de Cristo através de suas doutrinas que eram preceitos de homens. Alguns “ex-satanistas” traziam doutrinas de demônios para dentro das igrejas e demonizavam tudo o que encontravam pelo caminho. Os apologistas sérios combatiam as heresias ferozmente, mas, infelizmente, quase todos os cristãos (principalmente os pentecostais) eram ludibriados facilmente pelos falsos profetas.
Os homens esqueceram o que era honra. Honestidade, lealdade, dignidade e coragem eram virtudes que os homens não conheciam mais. Existiam poucos homens que faziam a diferença (poucos mesmo).
Jeú e Davi estavam dentro de um trem indo para Mogi das Cruzes quando viram dois punks sendo cercados por três skinheads. O militar não suportava os neonazistas, porque ele era judeu.
Os skinheads portavam armas brancas, e um deles portava um revólver Magnum calibre 44 também. Esses neonazistas estavam decididos a matar aqueles punks.
Jeú se aproximou dos skinheads e disse:
__Têm algum problema aí rapazes?
__Quem é você?
__Eu sou um judeu que está louco para dar uma coça em vocês.
Os neonazistas cercaram o militar e ficaram em posição de combate. O neonazista que estava armado com o revólver apontou a arma para Jeú.
Davi entrou na frente de seu amigo e falou.
__Se quiser matá-lo, terá que atirar em mim primeiro.
__Você vai morrer.
__Eu tenho peito de aço. Pode atirar que eu não morro.
O skinhead engatilhou a arma e quando ia disparar foi desarmado por Davi que lhe tomou a arma rapidamente e desferiu um soco direto em seu rosto o derrubando.
Jeú desferiu um chute faca no estômago de um deles. O comparsa tentou agarrar o militar, mas o herói lhe segurou desferindo várias joelhadas em seu abdômen e um soco gancho em seu queixo o fazendo cair com tudo no chão. O neonazista que foi golpeado pelo chute tentou golpear Jeú com socos e chutes, mas o militar se esquivou de todos os golpes e ria do agressor.
__Eu vou acabar com você, seu judeuzinho de merda!
__Você não é da raça superior? Então, por que não consegue me acertar?
O skinhead tentou golpeá-lo novamente e Jeú desferiu um soco uke em seu estômago e vários socos cruzados em sua cara o nocauteando.
O neonazista que foi desarmado por Davi se levantou irado e avançou no Herói com a intenção de massacrá-lo, mas foi ele próprio que acabou sendo massacrado de tantos golpes que recebeu.
Os punks agradeceram os heróis por tê-los salvados e desceram na estação seguinte. Os punks e os skinheads eram rivais e constantemente brigavam uns com os outros. Algumas ramificações dos skinheads perseguiam os judeus, os negros, os nordestinos e os homossexuais. Esses neonazistas eram intolerantes e não poupavam nenhuma de suas vítimas. Nesse caso, os heróis impediram uma tragédia.
__Ainda bem que chegamos a tempo, Jeú.
__Eu odeio esses neonazistas desgraçados.
__Adolf Hitler morreu e está queimando no Inferno, mas os seus seguidores ainda continuam atormentando a humanidade. Os neonazistas são execráveis.
__Por causa da intolerância racial, inúmeras vidas inocentes já foram exterminadas.
__Alguém precisa dar um basta para que esses palhaços desocupados não importunem mais a sociedade.
__Eu dedicarei a minha vida para combater esses neonazistas vagabundos que não têm o que fazer da vida e ficam perseguindo os outros.
__Pode contar comigo para isso, meu amigo.
Os capangas de Baal-Zebube desafiaram os Guerreiros de Cristo para uma batalha e eles se encontraram próximo ao palácio do Senhor das Moscas.
Davi, Jeú, Apolo, Shiro, Alexandre e Ciro foram cercados pelos vilões. Davi enfrentou Naga; Jeú lutou contra Hazael; Apolo pelejou contra Loki; Shiro brigou com Scarface; Alexandre batalhou contra Cronos; e Ciro foi o adversário de Orfeu.
O Rei do Mal estava sentado em seu trono decidido a exterminar os Guerreiros de Cristo, e expandir o seu reinado de terror sobre o mundo. Satanás pretendia transformar a Terra num novo Inferno.
Loki, o deus do fogo, lançou vários furacões de fogo na direção de Apolo e o capoeirista se esquivou das magias e desferiu diversos tipos de chutes em Loki, que se enfureceu lhe socando várias vezes.
__Eu irei carbonizar cada parte de seu corpo até não sobrar nada. Hahahahaha.
__Você será derrotado antes que isso aconteça.
Naga lançou várias rajadas de gelo na direção de Davi com a intenção de congelá-lo e o Herói se esquivou das magias e sacou a sua pistola Glock calibre 9mm efetuando alguns disparos em seu oponente. Naga estava revestido por uma armadura feita de diamante, por isso, as balas não lhe causaram nenhum dano.
__Eu sou imune aos seus disparos graças a minha armadura. Armas convencionais não funcionam comigo, garoto.
__Então, pelo visto, terei que resolver essa parada na porrada mesmo.
Davi avançou em Naga e ambos trocaram socos e chutes ferindo um ao outro. O Herói era um lutador profissional, mas Naga estava em vantagem por causa de sua armadura feita de diamante, que era extremamente resistente.
Jeú partiu para cima de Hazael e o vilão o paralisou com a sua telecinese e o arremessou contra uma árvore. O militar avançava, mas sempre era paralisado e arremessado longe.
__Desista, capitão! Você não tem nenhuma chance comigo. Eu sou muito mais poderoso do que você.
__Não me menospreze, Hazael. Já derrotei vilões mais poderosos do que você. Você é um monte de esterco comparado a eles.
Jeú, através de sua força de vontade, conseguiu se mexer e golpear várias vezes o seu adversário com socos e chutes em todo o seu corpo.
Scarface, através de uma ilusão, se multiplicou e lançou vários raios em Shiro, que foi derrubado com tudo no chão. O guerreiro cristão se levantou desembainhando a sua Katana e o feiticeiro também desembainhou a sua espada.
__Eu irei cortar a sua cabeça e jogar a sua carcaça no campo para os animais comerem.
__Não, se eu te decapitar primeiro.
__Pelo jeito, você confia mesmo em suas habilidades.
__Eu odeio sujar as minhas mãos com sangue, mas vejo que nessa situação não tenho alternativa.
Shiro e Scarface duelaram um com o outro dando o melhor de si. Esses guerreiros eram mestres na arte da espada e estavam dispostos a matar um ao outro nessa batalha.
Cronos, através de seu poder maléfico, causou vários desastres naturais dizimando muitas vidas. Alexandre desferiu um chute frontal no tórax de Cronos e o derrubou. O vilão se levantou furioso e avançou em seu oponente. Os dois guerreiros pelejaram disputando para ver quem era o melhor.
__Você não pode comigo!
__Eu posso sim!
Orfeu tocava a sua harpa e através de sua melodia macabra ele encantava Ciro. O Mestiço se distraía com a música e quando percebeu que estava sendo ludibriado, as cordas da harpa de Orfeu se esticaram e o prenderam começando a dilacerar o seu corpo.
__Experimente o meu Réquiem de Cordas!
__Já me enjoei da sua música.
Ciro, o Caçador, exibiu as suas lâminas de prata, cortando as cordas mortais, e soltou uma poderosa descarga elétrica em Orfeu o derrubando.
Os Guerreiros de Cristo da fraqueza tiraram forças e na batalha se esforçaram conseguindo derrotar os vilões.
De repente, uma luz resplandecente tomou conta do local quase cegando os heróis. Baal-Zebube, o Senhor das Moscas, surgiu do meio da luz, e ele tinha cabelos longos loiros e olhos azuis. O Rei do Inferno era alto e branco, o mais belo de todos os anjos.
__Vocês conseguiram derrotar os meus guerreiros novamente, mas, agora, a peleja será comigo.
Em outro local da cidade, Leviatã aterrorizava a população. Rogério (o policial militar que era amigo de Davi), armado com uma Shotgun, atraiu o crocodilo gigante até próximo a um cilindro de gás. Leviatã já havia matado dezenas de pessoas quando buscava alimentos pelos cantos da cidade. O oficial da Polícia Militar fez o crocodilo gigante morder o cilindro de gás o deixando preso em sua enorme boca. Rogério apontou a arma para Leviatã e efetuou um disparo certeiro que atingiu o cilindro de gás fazendo a cabeça do crocodilo gigante explodir. Assim, Leviatã foi derrotado.
O Diabo, se movimentando na velocidade da luz, golpeou diversas vezes os Guerreiros de Cristo e se esquivava de seus ataques com muita eficiência.
Abadom, o Destruidor, chegou, logo, em seguida, para ajudar os seus companheiros. Lúcifer e Abadom pelejaram ferozmente e o Destruidor acabou sendo arremessado contra a parede e ficou muito ferido devido aos golpes que recebeu.
__Vocês não podem comigo! Ninguém pode comigo! Hahahahahahahahahaha.
Davi avançou no Mestre do Mal conseguindo acertar um chute lateral e uma giratória em sua cara. O Senhor do Escuro o agarrou na traquéia e o suspendeu no ar.
__Você já está se tornando irritante sempre me afrontando e desafiando o meu poder. Você ainda não percebeu que você é apenas um inseto, e eu sou um deus?
__Você já tentou me matar antes, e não teve competência para terminar o serviço.
__Agora, você saberá a diferença entre um verme e um deus.
Satanás, o Diabo, arremessou o Herói longe e concentrou o seu poder maligno e falou:
__Vocês terão a honra de conhecerem a minha verdadeira forma.
O arquiinimigo de Deus e seus servos se transformou num dragão vermelho gigantesco que tinha sete cabeças e dez chifres em cada cabeça. Esse dragão era tão grande quanto o mais alto dos dinossauros.
Ciro, o Caçador, lançou várias bolas de energia elétrica no dragão, que continuou cuspindo fogo na direção dos heróis.
Abadom, o Destruidor, se levantou com dificuldade e lançou vários raios de luz e várias cápsulas de energia no grande dragão vermelho.
O Mestiço e o Destruidor insistiram nos ataques enfraquecendo o dragão, que começou a ficar cambaleante.
Os demais guerreiros cristãos pegaram as suas armas de fogo e efetuaram diversos disparos no monstrengo.
Os Guerreiros de Cristo corriam se esquivando das chamas mortais e insistiam nos ataques até que fizeram o dragão desistir de continuar lutando e fugir.
O Príncipe das Trevas fugiu, porque os Guerreiros de Cristo foram persistentes e resistiram ao Diabo o fazendo bater as suas duas grandes asas e fugir voando pelo céu.
Os capangas de Lúcifer foram capturados pelas autoridades e encarcerados para não ameaçarem mais a sociedade. Não demoraria muito tempo para o Anti-Cristo chegar ao poder e espalhar o seu reinado de terror, mas os Guerreiros de Cristo estariam preparados para resisti-lo fazendo o bem prevalecer sobre o mal.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

O PECADO DA OMISSÃO


“Qualquer pessoa é criminosa quando promove uma guerra evitável, e também o é quando não promove uma guerra inevitável”. (José Martí)

Às vezes para se chegar à paz, é preciso passar pela guerra; e desistir de lutar não impedirá os malfeitores de praticarem as suas maldades.

A impunidade gera a violência, porque se os bandidos souberem que ficarão impunes de seus crimes, eles se sentirão mais a vontade para continuarem a praticá-los.

Os seres humanos são homicidas por natureza, pois desde o princípio dos tempos, os homens derramam o seu próprio sangue. A humanidade procura a sua própria destruição e ainda chamam isso de civilização.

“Não são aqueles que praticam o mal que tornam o mundo insuportável, mas, sim, os que vêem e nada fazem”. (Albert Einstein)

Os pacifistas podem querer a paz, mas os bandidos não a querem; e se omitir diante da maldade não acabará com a violência, porque os malfeitores continuarão propagando o mal.

Se alguma mulher estiver sendo violentada na minha frente, tenho a obrigação de defendê-la; e se alguma criança estiver sendo espancada na minha frente, tenho a obrigação de protegê-la.

“Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz, nisso está pecando”. (Tiago 4:17)

A própria Palavra de Deus nos ensina que não devemos nos omitir perante o mal, porque é nossa obrigação ajudar as pessoas quando elas precisam. Se eu posso defender um inocente de um malfeitor, eu devo fazer isso, senão, eu estarei pecando. Esse papo furado do Diabo de que não devemos resistir ao mal (os fariseus usam versículos bíblicos fora de contexto para pregarem essa asneira) não é bíblico, pois o que Satanás gosta é que os cristãos se omitam diante das coisas erradas mesmo.

Infelizmente, a omissão é um dos principais alicerces da Igreja Cristã, e isso não agrada a Deus. Os cristãos em vez de orarem pelos governantes ficam praguejando contra eles. A obrigação da Igreja de Cristo é amparar os órfãos e as viúvas. A Igreja Evangélica deve se engajar politicamente e se envolver com as causas sociais.

Deus instituiu as autoridades governamentais para vingarem e protegerem o povo. O Altíssimo autorizou o Estado a usar a espada para castigar os malfeitores. O governo legalmente constituído tem a obrigação de suprir as necessidades básicas do povo, como, por exemplo, segurança, educação, saúde e moradia.

“Mas o juízo se converterá em justiça, e segui-la-ão todos os de coração reto. Quem se levantará a meu favor, contra os perversos? Quem estará comigo contra os que praticam a iniqüidade? Se não fora o auxílio do Senhor, já a minha alma estaria na região do silêncio”. (Salmo 94:15-17)

Eu tenho orado incansavelmente por homens investidos de autoridade que desafiam o crime organizado. Eu intercedo em favor desses verdadeiros heróis para que eles continuem combatendo o crime e protegendo os cidadãos de bem. Já que a Igreja Cristã não faz isso, então, eu faço.

“A única coisa necessária para que o mal triunfe é os homens de bem não fazerem absolutamente nada”. (Edmund Burke)

A pessoa que se omite diante do mal é tão culpada quanto à pessoa que pratica o mal. Não devemos ser insensíveis e apáticos perante o sofrimento dos inocentes, mas, sim, devemos pelejar em favor dos indefesos e protegê-los de todo mal. A vontade de Deus é que as forças do bem prevaleçam sobre as forças do mal.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

A MALDADE DO HOMEM


A crueldade do homem tem entristecido muito o meu coração. Os homens se traem e se matam por motivos fúteis. Vejo irmão matando irmão; pai matando filho; e filho matando pai. A maldade do homem me ofende. Eu me sinto agredido pelo sadismo dos seres humanos. Eu me sinto como um extraterrestre nesse mundo (na verdade, até dentro da Igreja Cristã eu me sinto um ET). Os evangélicos erram em não conhecerem as Escrituras Sagradas; e por causa disso, o Diabo tem ganhado terreno dentro da Igreja. Muitos crentes têm adquirido as características de Satanás, pois eles são soberbos, arrogantes, prepotentes, mentirosos, caluniadores, falsos, opressores, ladrões, sádicos, e se fazem de bonzinhos para enganarem os tolos.

Infelizmente, a Igreja de Cristo sempre foi movida a tribulação; e o seu combustível sempre foi à provação; pois quando os cristãos estão em paz, eles se esfriam e se esquecem dos mandamentos de Deus. No Antigo Testamento, o povo de Deus somente buscava o Todo-Poderoso quando estava em guerra ou quando era escravizado. No Novo Testamento, os cristãos apenas buscam a Deus perante perseguições implacáveis de reinos, impérios e governos ditatoriais. Infelizmente, quando a Igreja Cristã não é perseguida, os cristãos começam a levar as coisas de Deus na brincadeira.

A Igreja se transformou num chiqueiro imundo; e a podridão é tão devastadora, que me enoja conviver com tanta hipocrisia. As pérolas são despedaçadas pelos porcos e as coisas santas são destroçadas pelos cães.

O Órgão de Direitos Humanos somente se importa em defender os direitos dos bandidos e se esquece dos cidadãos de bem que trabalham honestamente para sustentar esse país. Os policiais ganham uma mixaria de salário para arriscarem as suas vidas para manterem a lei e a ordem na sociedade; e ainda são desrespeitados e desvalorizados pelas pessoas. Fico triste ao ver “cristãos” se comoverem quando os bandidos morrem, mas quando os inocentes são torturados e assassinados, esses religiosos simplesmente são apáticos diante de seu sofrimento.

Já chorei inúmeras vezes por sonhar com um mundo e uma Igreja melhor, mas tenho perdido as esperanças. Quase todos os políticos são desonestos e apenas se preocupam em ferrar com o povo (existem políticos honestos, mas eles são a minoria). Os deputados e senadores não criam leis mais duras contra os criminosos, pelo contrário, eles criam leis que beneficiam os malfeitores. A impunidade reina no Brasil, e, por isso, a criminalidade aumenta a cada dia que passa. Os pacifistas alienados que querem desarmar os cidadãos de bem estão cooperando com o crime, porque os marginais continuarão armados, roubando, estuprando, e matando. Os delinqüentes querem que ninguém se oponha a eles, pois, assim, eles prevalecem. Juízes, promotores, políticos e policiais honestos são jurados de morte, porque eles arriscam as suas vidas para lutarem por um Brasil melhor.

Hoje, os homens esqueceram o que é honra. Honestidade, lealdade, dignidade e coragem são virtudes que os homens não conhecem mais. Os homens se dizem civilizados, mas procuram a sua própria destruição. Há poucos homens que ainda fazem a diferença no mundo (poucos mesmo).

O responsável pelo caos e a desordem que assolam o mundo se chama pecado. O pecado afasta os homens de Deus; mas, Jesus Cristo pode tornar os homens amigos de Deus. Jesus Cristo é o Único Caminho para se chegar até Deus (não existe outro caminho). Somente a Graça de Deus pode mudar o coração do homem, tornando o ser humano digno da vida. Eu acredito em Deus, e também acredito no homem. Eu creio que o ser humano pode ser bom, se ele buscar a Deus e renunciar o mal.