terça-feira, 24 de agosto de 2010

GUERRA SEM LIMITES

(Essa história é a continuação de Terra de Ninguém e, particularmente, eu acho as minhas histórias enfadonhas e repetitivas, portanto, decidi encerrar as minhas histórias por aqui. Se algum dia acontecer o milagre de eu me tornar realmente criativo, então, eu voltarei a escrever histórias. Pelo menos, nesse ano, eu não pretendo escrever mais nenhuma história).
Abadom, o Destruidor, foi derrotado e passou a lutar a favor da justiça, e com esse novo aliado, os heróis alcançariam muitas vitórias. Abadom decidiu pelejar pelo que é certo e abandonou a maldade.
O Brasil passava por uma situação difícil, pois o crime organizado, o Terrorismo e o Satanismo amedrontavam a população e desafiavam as autoridades constituídas.
O TC (Terceiro Comando) e o CV (Comando Vermelho) disputavam pelo domínio das favelas no Rio de Janeiro. Enquanto isso, em São Paulo, o PCC (Primeiro Comando da Capital) tinha todo o poder. A polícia tentava o crime combater, mas o Narcotráfico prevalecia a cada dia.
A rede terrorista, Al-Qaeda, planejava cometer vários atentados terroristas no país e dois árabes a lideravam no Brasil. Mohammed era o comandante das operações e Hassan era o segundo no comando.
As organizações satânicas tentavam de todas as formas extinguir o Cristianismo da Terra, mas os cristãos eram persistentes e não desistiam de sua fé.
Davi se preocupava com o futuro de sua nação e do mundo. Ele não entendia o porquê de tantas injustiças e sofrimentos afligirem as pessoas boas; e ficava indignado em ver os maus prosperarem e prevalecerem. O Herói não se conformava com as coisas erradas e queria fazer a diferença. Davi praticava artes marciais e aprendeu a manusear armas de fogo, porque assim ele acreditava que poderia proteger os indefesos e socorrer os necessitados. O Herói conversava diariamente com Deus e sabia que era por causa do pecado que o mal prevalecia no mundo, mas mesmo assim ele não aceitava essa situação. Davi pretendia se casar e ter filhos, porém, ele temia não ser um bom marido e falhar como pai. O Herói desejava ardentemente ter uma companheira para poder compartilhar os seus sentimentos, no entanto, Davi duvidava que a certa para ele realmente existisse. O Herói entregou os seus sonhos nas mãos de Deus e o seu maior desejo era ser uma pessoa melhor que fosse capaz de amar as pessoas sem distinção e de perdoar as falhas dos seres humanos que viviam ao seu redor. Davi queria ser igual a Jesus Cristo, mas ele sabia que não era digno nem de desatar as sandálias do Salvador. O Herói tinha uma boa índole e estava disposto a morrer lutando por seus ideais.
Apolo se preocupava com as almas perdidas que iam para o Inferno, por causa do pecado, e queria através da pregação do Evangelho libertar os ímpios da escuridão e levá-los para a luz.
Jeú treinava soldados para a guerra que tanto assolava o país e pretendia, através das armas, estabelecer a lei e a ordem. Ele era um militar justo e temente a Deus que combatia em favor dos fracos e oprimidos.
Shiro vivia em uma floresta isolada e treinava arduamente para aperfeiçoar as suas técnicas para assim estar preparado para os confrontos que viriam. Ele era um exímio espadachim e um excelente lutador.
Alexandre foi um satanista cruel e vil que cometeu vários crimes no passado, entretanto, Davi o derrotou num combate leal e lhe mostrou que o caminho do bem era o melhor para se trilhar. O ex-satanista sabia que Deus o havia perdoado, mas ele mesmo não se perdoava pelos crimes cometidos e praticava o bem tentando se redimir de seus erros.
Ciro pelejava constantemente contra o seu lado obscuro, pois a sua natureza assassina sempre tentava dominá-lo, mas ele lutava contra o seu impulso homicida e se esforçava para praticar o bem. O Caçador desejava usar a sua força descomunal para defender os indefesos e estava disposto a se sacrificar para que a justiça prevalecesse.
Mohammed e Hassan tramavam eliminar o máximo de pessoas possível para poder chamar a atenção das autoridades governamentais e pretendiam, através de uma arma nuclear, varrer o Estado de São Paulo do mapa.
Um jovem tenente da Polícia Militar chamado Rogério era amigo de Davi e combatia bravamente os criminosos da Capital de São Paulo. Ele era um policial honesto determinado a combater o crime para tornar a cidade num lugar seguro para se viver.
Lopan estava em sua base, que era protegida por satanistas fortemente armados, e quatro poderosos feiticeiros eram os seus guarda-costas.
Naga era caucasiano, tinha cabelo loiro curto e olhos azuis. Ele era revestido por uma armadura feita de diamante e tinha o poder de congelar os seus adversários os matando com o seu frio intenso. Naga trajava vestimentas brancas
Scarface era negro, usava cabelo rastafári e tinha olhos castanhos. Ele era mestre de Capoeira e tinha o poder de criar ilusões para confundir os seus oponentes. Scarface trajava roupas douradas.
Cipriano era branco, calvo, e tinha olhos negros. Ele era mestre no ocultismo e conhecia os segredos da magia negra sendo um feiticeiro muito respeitado no Satanismo. Cipriano trajava vestimentas e uma capa pretas.
Josias era um jovem formoso caucasiano de cabelo curto negro e olhos castanhos. Ele carregava uma foice e tinha o poder de contaminar os seus inimigos com terríveis doenças. Josias também trajava roupas pretas.
As seitas satânicas, Irmandade e Caveiras e Ossos, se enfrentavam constantemente disputando por territórios, porém, o principal objetivo dessas organizações era exterminar os guerreiros cristãos que sempre estragavam os seus planos macabros.
A Al-Qaeda provocou vários atentados terroristas em cinemas, shoppings, aeroportos e supermercados, dizimando dezenas de pessoas, e Jeú foi designado para resolver essa situação e sua missão era capturar os terroristas vivos ou mortos.
Davi caminhava pela Represa Guarapiranga quando viu um casal sendo cercado por alguns motoqueiros e um homem veio em sua direção dizendo:
__Fuja se não quiser ser morto também.
__Aquele casal precisa de ajuda.
__Isso não é problema seu.
__Não é problema meu o cassete! Eu vou ajudar.
__Faça o que quiser, mas eu não quero morrer.
O homem covarde correu o máximo que pôde desaparecendo do local e o jovem lutador sacou uma pistola Taurus calibre 765 e foi até onde estavam os bandidos e o casal.
Os motoqueiros eram assassinos estupradores e pretendiam matar o rapaz e estuprar a moça e depois roubar tudo o que eles tinham. O rapaz entrou na frente de sua companheira para protegê-la e estava disposto a morrer para salvá-la. Um dos marginais apontou um revólver Magnum calibre 44 para o rapaz e disse:
__Você vai morrer.
Quando o delinqüente ia atirar, um tiro certeiro atingiu a sua fronte e ele caiu morto da moto.
Um de seus comparsas tentou atirar no agressor e foi baleado no coração e também tombou sem vida no chão.
O Herói se aproximou do casal, mirando para os rostos dos bandidos restantes, e falou:
__Saiam daqui! Senão todos vocês morrerão.
Os marginais ficaram assustados, e mesmo estando em maior número, não ousaram desafiar Davi e fugiram amedrontados.
O casal caminhou até o Herói e o rapaz disse:
__Muito obrigado por vim aqui nos salvar! Todas as outras pessoas fingiram que não viram nada ou simplesmente saíram correndo, mas você foi o único que teve coragem de vir aqui nos ajudar. Obrigado mesmo!
__Eu não me omito diante da maldade, e sempre que posso ajudo os meus semelhantes. A pessoa que sabe que pode fazer o bem e não o faz, nisso está pecando. Os pecados de omissão são tão graves quanto os pecados de comissão.
A moça beijou a face do jovem lutador e falou:
__Você é uma pessoa maravilhosa!
__Que pena que somente as mulheres casadas acham isso, porque as solteiras não estão nem aí para mim, mas essa é outra história. Vão em paz e se cuidem.
O casal foi embora e Davi guardou a sua arma e continuou a sua caminhada preocupado com as batalhas que ele ainda enfrentaria para proteger os fracos.
Jeú, junto com os seus soldados, foram ao encalço dos terroristas e descobriram que uma bomba atômica e algumas armas químicas foram colocadas nos principais pontos da Capital e que se eles não as encontrassem a tempo, milhões de pessoas morreriam.
Mohammed e Hassan estavam na Avenida Paulista e os seus capangas armados com fuzis AK-47 e pistolas Glock calibre 9mm os escoltavam. A polícia tentou detê-los, mas os policiais foram vencidos. Rogério estava entre os policiais, conseguiu sobreviver, e foi buscar mais reforços para poder vencer o mal que ameaçava a estabilidade da nação.
__Hassan, já está tudo pronto?
__Sim, Mohammed. Não falta muito para a festa começar.
__Hoje, será um dia glorioso para a nossa organização.
__Nesse dia, o mundo saberá que estamos falando sério.
Horas depois, o Herói foi até próximo de onde estavam os terroristas e viu Jeú cercado por seus soldados e se aproximou falando:
__Capitão Jeú! Sou eu, o Davi.
Os militares o barraram, mas Jeú lhes disse:
__Podem deixá-lo vir, pois ele é meu amigo.
O jovem lutador caminhou até o capitão e lhe perguntou:
__O que o senhor faz aqui?
__Eu soube que os terroristas estão por perto.
__Eu posso ajudá-los se quiser.
__Você é um civil, mas a sua ajuda será muito bem-vinda.
Enquanto Davi e Jeú se preparavam para combater os terroristas, os outros heróis foram até a base de Lopan, porque eles pretendiam acabar de uma vez por todas com a seita satânica Caveiras e Ossos.
Lopan soube da presença dos intrusos e ordenou aos seus guarda-costas que eliminassem os invasores.
Os satanistas que vigiavam a base tentaram deter os heróis, mas o Destruidor e o Caçador os derrotaram facilmente.
__Fico feliz em ter um aliado tão poderoso como você, Abadom.
__Também fico contente em lutar ao seu lado, Ciro.
De repente, um frio intenso tomou conta do local e Naga apareceu gargalhando sadicamente.
__Vocês são loucos inconseqüentes ou simplesmente são suicidas mesmo?
Ciro avançou exibindo as suas lâminas de prata e Naga se esquivou de sua trajetória congelando a sua perna direita com uma rajada de gelo.
__Podem continuar! Deixem-no por minha conta.
__Você é muito valente em querer ficar aqui para lutar sozinho comigo.
O Mestiço ficou para lutar com Naga e os demais heróis prosseguiram determinados a derrotar Lopan e seus subordinados. Os guerreiros cristãos foram até um recinto onde as vítimas dos satanistas eram sacrificadas e foram cercados pelos outros feiticeiros. Apolo foi surpreendido por Scarface; Shiro tentou ajudá-lo e foi detido por Josias; e Alexandre foi desafiado por Cipriano. O Destruidor, se movendo na velocidade da luz, conseguiu prosseguir tranquilamente até a sala onde se encontrava Lopan.
__Eu tenho poder suficiente para congelar até o Inferno. Você acha mesmo que pode me vencer?
__Darei o melhor de mim para derrotá-lo.
__Ponha-se no seu lugar, Ciro! Eu sou muito mais poderoso do que você.
__Naga, não me subestime, porque você pode pagar com a vida por essa imprudência.
__Uma de suas pernas está congelada, você não poderá lutar com eficiência.
O Caçador tocou em sua perna congelada e com o seu poder elétrico derreteu o gelo e ficou em posição de combate.
__Agora, eu estou pronto para lutar.
Apolo e Scarface começaram a gingar e desferiram vários tipos de chutes um no outro. O feiticeiro criou uma ilusão em que vários outros homens iguais a ele surgiram e estenderam as suas mãos. O capoeirista cristão pensou que por serem ilusões nenhum dano poderiam causar nele, porém, ele estava enganado. Vários raios atingiram Apolo em cheio e ele caiu.
Josias invocou o seu poder maligno para contaminar Shiro com alguma doença, mas nenhum mal lhe aconteceu.
__Mas como você não está morrendo?
__O seu feitiço não funciona em mim.
__Droga! Não seja por isso. Eu usarei a minha foice para te decapitar.
O espadachim desembainhou a sua Katana e duelou com Josias determinado a vencê-lo e continuar a sua jornada.
Cipriano lançou várias bolas de energia e Alexandre com a sua agilidade se esquivou das magias e avançou em seu inimigo. O feiticeiro levitou escapando da investida do ex-satanista e voltou para o chão lançando uma bola de energia em suas costas o arremessando contra um pilar.
__Você não tem nenhuma chance contra mim. Por que você não aceita a sua derrota e morre com dignidade?
__Não sou covarde para me entregar assim tão facilmente. Eu lutarei até o fim, mesmo que eu tenha que me sacrificar para te vencer.
__Admiro a sua valentia! Lhe aplicarei o meu melhor golpe para que você morra rapidamente e sem dor.
__Obrigado pela consideração! Mas, eu prefiro que você lute para valer comigo, porque quanto mais difícil for à batalha, mais saborosa será a vitória.
Abadom encontrou Lopan e eles trocaram socos e chutes surrando um ao outro com ferocidade. O Destruidor e o feiticeiro se feriram lançando as suas magias um no outro e ambos ficaram gravemente feridos.
__Seu traidor! Eu te libertei daquele abismo e é assim que você retribui a minha generosidade?
__Você é igual ao homem que me aprisionou. Você apenas me libertou, porque queria me usar para os seus propósitos maléficos.
__Já que você não está de meu lado, então, eu mesmo te aprisionarei naquele abismo. Você será encarcerado novamente.
__Eu não me importo de ser aprisionado de novo, mas antes irei te derrotar.
Jeú e Davi foram surpreendidos pelos terroristas e houve troca de tiros. O capitão trocou tiros com Mohammed e o feriu no braço esquerdo.
__Desista, Mohammed! Você está cercado!
__Eu nunca desistirei! Mesmo que você me mate, outros ocuparão o meu lugar.
__Admiro a sua coragem e determinação, mas matar pessoas inocentes não tornará o mundo melhor.
__Vocês, ocidentais, não são capazes de nos compreender mesmo.
__Se entregue! Não me obrigue a te matar!
__Eu morrerei, mas levarei você junto comigo.
__A próxima bala será na sua cabeça.
__Prepare-se para morrer.
O terrorista acionou uma bomba que estava presa ao seu corpo e o militar correu o máximo que pôde conseguindo escapar da explosão quando Mohammed se explodiu.
O Herói se deparou com Hassan e a munição de ambos havia acabado. O terrorista desferiu um chute frontal em seu estômago e um soco direto em sua cara. O jovem lutador lhe desferiu um chute lateral e uma giratória no rosto.
__Você é bom, garoto! Mas, não é páreo para mim.
__Você ainda não viu nada.
__Ninguém poderá nos impedir.
__Nós os impediremos.
__Nós não tememos a morte e nem ninguém.
__Vocês não são os únicos que estão dispostos a morrer pelejando pelo que acreditam.
Hassan socou diversas vezes o seu abdômen e sua cara, mas o Herói desferiu um soco uke em seu estômago, vários socos cruzados em seu rosto e um soco gancho em seu queixo. O terrorista tentou revidar e foi nocauteado por um chute faca que atingiu em cheio a sua cara.
__Eu também não tenho medo de morrer, porque eu também estou disposto a sacrificar a minha vida lutando pelo que acredito.
O Exército conseguiu vencer os terroristas, matando vários deles e prendendo o restante. A arma nuclear e as armas químicas foram encontradas e desativadas. Os militares se sentiram realizados por terem cumprido o seu dever com sucesso e voltaram para o quartel.
Ciro se esquivou das rajadas de gelo lançadas por Naga e soltou várias descargas elétricas em seu oponente o derrotando e continuou prosseguindo.
Apolo se levantou e Scarface usou novamente a sua ilusão, porém, dessa vez o capoeirista cristão conhecia a sua técnica e o venceu chutando várias vezes todo o seu corpo.
Shiro foi ferido no estômago, mas conseguiu desarmar Josias o ferindo no ombro direito. O espadachim poupou a sua vida, pois ele não era um assassino, (Shiro somente matava para se defender quando não tinha alternativa) e foi atrás de Lopan.
Alexandre, usando toda a sua força e habilidade de luta, pelejou contra Cipriano e o derrotou o deixando estirado no chão.
Abadom concentrou o seu poder e lançou uma cápsula de energia no tórax de Lopan o arremessando contra a parede. O feiticeiro, muito ferido, jurou que se vingaria futuramente e foi coberto por uma névoa desaparecendo.
Por causa da pressão das autoridades constituídas, Lopan e Eric, fugiram do Brasil, e suas organizações satânicas perdiam o seu poder a cada dia que passava. Os heróis se alegraram por terem triunfado novamente e voltaram felizes para as suas casas. Assim, o mal foi derrotado.

OS HERÓIS TAMBÉM MORREM


Descobri da maneira mais difícil

Como é perder um amigo

Civis se tornam em militares

Camponeses se tornam em guerreiros

Cavaleiros se tornam em heróis

Eu não sabia o que era verdade

Talvez, a verdade fosse uma mentira

Ou talvez a mentira fosse uma verdade

Julguei as coisas sem conhecer

Deus, me perdoe!

Conheci uma vez um homem

Era cristão como eu e tinha sonhos também

Mas os seus sonhos não se concretizaram

O anjo da morte o assassinou

Não tive nem sequer tempo para lhe pedir perdão

O inevitável aconteceu

O guerreiro morreu

Esse homem era meu amigo

Mais sangue inocente foi derramado

O cemitério está cheio de heróis

E o meu lugar já está reservado

Sinto remorso

Descobri a sua morte tarde demais

O anjo da morte já o havia levado

O seu fôlego de vida foi retirado

Ele foi exterminado

O guerreiro sucumbiu

Mas venceu o bom combate

O Reino dos Céus o espera

Que Deus o tenha ó guerreiro!

Aprendi uma coisa com a vida

De que os heróis também morrem.


(Escrevi esse poema em homenagem a um amigo meu, o Rogério, ele era um policial militar).

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

TERRA DE NINGUÉM

(Essa história é a continuação de O Legado do Mal e como todas as minhas histórias também é apenas uma ficção. A maioria dos cristãos pensa que Abadom, o Destruidor, é um demônio, mas na verdade ele é um anjo a serviço de Deus. Nessa minha história ele é apenas um personagem fictício, ou seja, eu tirei o nome do personagem da Bíblia, mas o Abadom desse meu texto é outro personagem).
Com o desaparecimento de Lothos, a Irmandade ficou desorientada até outro sumo sacerdote substituí-lo. Eric era um feiticeiro poderoso e ocupou o lugar de Lothos. A Irmandade ficou fora de cena, mas outra seita satânica ocuparia o seu lugar e aterrorizaria a sociedade.
Vlad Tepes se regenerou totalmente de seus ferimentos e estava ansioso para se vingar de Ciro e de Davi. Drácula criou um exército de vampiros e passou a espalhar o horror por todo o estado e seu objetivo era dominar o país e depois o mundo. Ele empalava todos que atravessavam o seu caminho e não sentia nem um pouco de remorso em fazer isso. O Empalador não tinha piedade e seu coração era tomado pela maldade.
A organização satânica, Caveiras e Ossos, era liderada por Lopan, um chinês mestre de artes marciais que era considerado um dos feiticeiros mais poderosos da Terra. Ele pretendia eliminar tanto os cristãos quanto os satanistas da Irmandade, que eram seus rivais. Lopan libertou uma terrível criatura que havia sido aprisionada por Lothos em um abismo profundo. Abadom, o Destruidor, estava livre para espalhar a destruição e a desordem e esse monstro sanguinário se aliou a seita satânica Caveiras e Ossos. Lopan reuniu alguns guerreiros especiais para poder exterminar os heróis que tanto ameaçavam o Satanismo. Davi e seus amigos poderiam prejudicar os planos maléficos de Lopan, portanto, o feiticeiro devia eliminá-los.
Loki era conhecido como o deus do fogo e tinha o poder de produzir e manipular as chamas. Ele era nórdico, tinha cabelo ruivo comprido e olhos azuis. Loki trajava vestimentas vermelhas e uma capa preta.
Orfeu era caucasiano, tinha cabelo loiro longo e olhos castanhos. Ele usava uma harpa para destruir os seus inimigos e com a sua melodia macabra muitos pereceram em suas mãos. Orfeu trajava roupas de cor azul.
Cronos era grego, tinha cabelo curto e olhos negros; ele era extremamente forte e tinha o poder de controlar o clima conforme a sua vontade. Cronos era sádico, isto é, ele sentia prazer em matar, e trajava vestimentas pretas.
Hazael era branco, tinha cabelo ruivo curto e olhos verdes; ele tinha os poderes da telecinese e do teletransporte, assim, como Jack da Lanterna, o vilão que foi derrotado por Jeú meses atrás. Hazael trajava roupas de cor cinza.
Esses eram os assassinos que Lopan enviou para tirar os heróis de seu caminho para assim expandir o seu domínio.
Davi estava com Anny, em Itanhaém, na Baixada Santista, e eles caminhavam e conversavam em uma área isolada cercada por inúmeras árvores sem saberem do perigo que se aproximava.
De repente, Vlad, o Empalador, apareceu diante deles, junto com alguns vampiros, e ele empunhava a sua lança de ferro com a qual empalou centenas de pessoas.
__Foi por essa garota que você arriscou a sua vida enfrentando a Irmandade e o próprio Lothos? Pelo menos, você tem bom gosto.
__O que você faz aqui?
__Tenho contas a acertar com você e com aquele seu amiguinho mestiço, por isso, estou aqui.
O Herói entrou na frente de Anny para protegê-la e sacou uma pistola Glock calibre 380, carregada com balas de prata, e mirou no rosto de Drácula.
__Davi, quem é ele?
__Ele é Vlad, o Empalador. Saia daqui! Corra o máximo que você puder!
Anny começou a correr, mas foi barrada pelos outros vampiros. Davi correu até a sua amiga e sentia muito medo. O jovem lutador não temia a morte, mas tinha medo de perder a mulher que ele tanto amava.
Os capangas de Drácula avançaram na garota e o Herói rapidamente os matou efetuando vários disparos em suas frontes e corações.
Vlad Tepes avançou em seguida e levou um tiro certeiro na testa e tombou duro no chão, soltando a sua lança, e uma poça de sangue surgiu ao seu redor.
__Acho que estamos salvos agora.
O Empalador se levantou lentamente e o sangue escorria do buraco que estava em sua fronte.
__Ao contrário dos outros vampiros, eu não posso ser morto. Como você irá matar alguém que não pode morrer? Hahahahahahahahahaha.
Davi pegou em uma das mãos de Anny e correu a puxando tentando escapar quando foram surpreendidos por um homem belo semelhante a um anjo que trajava vestimentas brancas e estava revestido por uma armadura de ouro.
__Quem é você?
__Eu sou Abadom, o Destruidor.
__Droga! Estamos cercados.
O Herói apontou a sua arma para Abadom e o encarou friamente determinado a matá-lo se fosse preciso.
__Não deixarei que vocês a machuquem. Eu a protegerei com a minha vida.
__Não tenho nenhum interesse na garota.
__Então, você veio me matar?
__Talvez.
Vlad Tepes se aproximou e disse:
__Você é o Abadom que o Lothos aprisionou no abismo?
__Sou eu sim.
__Eu sei que você gosta de matar tanto quanto eu, então, por que não juntamos nossas forças para estraçalharmos esse casalzinho?
__Eu fui enviado para matar o garoto e você também?
__Por que eu também?
__Você trabalha para a Irmandade, enquanto eu sou membro da organização satânica Caveiras e Ossos, ou seja, nós somos rivais.
__Então, nós somos inimigos. Terei prazer em matar todos vocês.
Quando os dois monstros iam pelejar, Ciro apareceu.
__Não permitirei que vocês machuquem os meus amigos.
O Destruidor olhou para o Caçador e começou a rir.
__Você deve ser Ciro, o Mestiço. Que bom que não terei o trabalho de ir atrás de vocês, pois estão todos reunidos aqui na minha frente.
Ciro caminhou até Davi e lhe falou:
__Leve a Anny daqui para algum local seguro e deixe o resto por minha conta.
__Está bem. Mas, eu voltarei para te ajudar.
O Herói e sua amada iam embora quando Drácula saltou na frente deles.
__Não deixarei que vocês escapem.
O Caçador soltou uma descarga elétrica no Empalador que o fez cair de joelhos. Davi e Anny conseguiram fugir e o Mestiço ficou para lutar contra Vlad Tepes e Abadom. O Herói guardou a sua arma e levou Anny até um lugar seguro.
Os outros heróis se encontraram com o jovem lutador e ele lhes contou o que estava acontecendo e quando esses guerreiros iam auxiliar Ciro, foram surpreendidos pelos comparsas do Destruidor.
Loki os cercou com um círculo de fogo, os impedindo de prosseguir, e começou a gargalhar sadicamente.
__Aonde pensam que vão?
Alexandre saltou por cima das chamas avançando em Loki e seus companheiros fizeram o mesmo. Apolo foi paralisado por Hazael, Jeú foi barrado por Cronos, e Shiro foi surpreendido por Orfeu. Davi aproveitou a distração dos vilões e prosseguiu para ajudar o Caçador.
O Mestiço exibiu as suas lâminas de prata e lutou bravamente contra as duas criaturas malditas que tentavam avidamente tirar a sua vida. Ciro foi atingido por uma cápsula de energia lançada por Abadom e foi arremessado contra uma árvore quebrando o seu tronco e a fazendo tombar.
O Herói chegou desferindo uma voadora nas costas de Drácula o derrubando e avançou no Destruidor, mas foi atingido por um raio de luz e capotou para trás.
__Não acredito! Esse cara tem os mesmos poderes de Lothos.
__Lothos me aprisionou, porque eu era o único capaz de superá-lo. Ambos temos os mesmos poderes. Por isso, ele me prendeu naquele abismo, para que eu não tomasse o seu lugar.
__Você e o Lothos são farinha do mesmo saco.
__Eu sou diferente dele.
__Como diferente? Você também é satanista.
__Eu não tive escolha, pois fui criado para esse objetivo, que é servir ao Satanismo.
O Caçador se levantou atordoado e caminhou cambaleando até Abadom.
__Mas você tem uma escolha.
__Qual escolha?
__Eu também fui criado para servir as ambições dos satanistas, mas eu decidi abandonar o mal.
__Realmente, você é diferente dos outros vampiros.
__A minha parte humana me faz refletir sobre os meus atos, portanto, eu posso optar pelo bem ou pelo mal. Eu escolhi trilhar o caminho do bem.
O Destruidor parou por alguns instantes e pensou no que o Mestiço lhe havia falado, mas Vlad, o Empalador, atrapalhou os seus pensamentos quando se levantou e disse:
__Não dê ouvidos a ele, Abadom! Esse perdedor somente está querendo te ludibriar.
__Não tenho tempo para te ouvir, Ciro. Eu vim aqui para exterminá-los e cumprirei com o meu dever.
Abadom lançou vários raios de luzes no Caçador, o fazendo capotar diversas vezes para trás, e o deixou estirado no chão.
Davi se levantou avançando em Drácula e desferiu um soco cruzado em sua cara lhe arrancando sangue da boca.
__Já é a segunda vez que você me golpeia hoje. Pagará caro por essa afronta.
__Eu que te farei pagar caro pelo que você fez a Anny. Você a ameaçou e isso não vai ficar barato.
__Você é gamadão nela! O que a Anny iria querer com um fracassado como você?
__Ela é apenas minha amiga.
__Mas, eu vejo em seus olhos que você gosta dela. Eu ouço as batidas de seu coração e sei que você é apaixonado por ela.
__O que eu sinto por ela ou deixo de sentir não é problema seu.
__Acho melhor você me matar, porque se eu sobreviver, irei atrás de Anny e me divertirei muito com ela.
__Não deixarei você encostar um dedo nela, seu maldito.
__Sentirei muito prazer em empalá-la viva.
O Herói tentou socá-lo novamente, mas o vampiro se esquivou de seu ataque e desferiu um soco uke em seu estômago o deixando sem fôlego.
__Sou muito mais forte do que você. Eu tenho a força de cem homens. Você ainda acha que tem alguma chance de me vencer?
__Jamais me darei por vencido.
__Admiro a sua coragem e determinação, mas nada disso poderá livrá-lo de minhas mãos.
Vlad Tepes exibiu as suas presas, os seus olhos se tornaram fantasmagóricos, e ele partiu para cima de seu adversário usando a sua velocidade vampírica e o espancou brutalmente.
Loki lançou um furacão de fogo na direção de Alexandre e o ex-satanista se esquivou da magia.
__Você não poderá se esquivar para sempre.
__Mas posso me esquivar o suficiente para me aproximar de você e te encher de porrada.
O feiticeiro lançou vários furacões de fogo na tentativa de carbonizar o seu oponente, mas o herói se esquivou das magias e avançou desferindo um chute lateral em sua cara.
Apolo foi arremessado contra uma grande rocha e com o impacto ela se despedaçou; o capoeirista começou a gingar e Hazael, usando a sua telecinese, fez várias pedras levitarem.
__Prepare-se para morrer.
O vilão lançou as pedras contra o herói, que fazendo algumas acrobacias se esquivou delas, e correu na direção do satanista, mas Hazael se teletransportou para trás de Apolo e o paralisou novamente.
Jeú e Cronos trocaram socos e chutes espancando um ao outro com eficiência. O militar golpeava ferozmente o seu adversário, porém, o malfeitor era mais forte e conseguiu derrubá-lo.
__Agora, que você me irritou, usarei o meu poder para causar inúmeros desastres naturais e toda a população sofrerá por sua causa.
__Não permitirei que isso aconteça.
O capitão se levantou com um salto e avançou em seu oponente tentando evitar que ele ceifasse milhares de vidas.
Orfeu começou a tocar sua harpa e Shiro, empunhando a sua Katana, ficou impressionado com a melodia.
__Que música linda!
__Que bom que você gostou de meu Réquiem de Cordas, pois essa é a melodia que preparei para o seu funeral.
De repente, as cordas da harpa se esticaram e prenderam o guerreiro cristão e começaram a dilacerar o seu corpo.
__Quando a música terminar, você já estará morto. Hahahahahahahahahaha.
Davi estava caído e se levantou estonteado, olhando friamente nos olhos de Drácula, e começou a caminhar em sua direção.
__Você não me mete medo.
O Empalador tentou socar o seu rosto e o jovem lutador lhe deu uma “chave de braço” o imobilizando.
__Agora, é a minha vez de te surrar, seu desgraçado.
O Herói desferiu vários socos diretos na cara do vampiro lhe quebrando os dentes caninos e o derrubou desferindo um soco gancho em seu queixo.
__Isso é para você aprender a nunca mais atacar uma garota indefesa.
__Isso mesmo, garoto. Dê-me uma luta de verdade. Dê o melhor de si.
Vlad Tepes se levantou se defendendo dos ataques seguintes e desferiu um chute faca em seu abdômen e uma giratória em seu rosto. O jovem lutador tentou revidar, mas levou um chute frontal no tórax e caiu.
__Você não é páreo para mim.
__Eu posso até morrer... Mas te levarei junto comigo.
__Palavras corajosas para alguém que está prestes a morrer.
Alexandre e Loki pelejaram conseguindo ferir um ao outro com gravidade, entretanto, o ex-satanista conseguiu se sobressair e o venceu socando a sua cara várias vezes.
Apolo, através de sua força de vontade, conseguiu se mover e chutou diversas vezes o estômago e o rosto de Hazael. O feiticeiro tentou reagir, mas foi nocauteado quando o capoeirista saltou desferindo uma giratória em sua cara.
Jeú conseguiu golpear o queixo de Cronos de tal maneira que o vilão caiu zonzo. O satanista ainda tentou se levantar, mas Jeú pegou um pau que estava no chão e lhe deu uma paulada no rosto o vencendo de vez.
Shiro usou a sua espada para cortar as cordas que o estavam matando e com ela cortou o abdômen de Orfeu. O filho das trevas ainda tentou atacá-lo e o guerreiro cristão o nocauteou lhe golpeando a cabeça com o cabo da Katana.
Ciro, o Caçador, se levantou e avançou no Destruidor conseguindo golpeá-lo algumas vezes, mas não conseguia vencê-lo.
__Por que você não escolhe lutar a favor do bem como eu?
__Se você ainda não percebeu, eu sou um monstro. Não tenho escolha.
__Claro que tem. Você não tem culpa de ter sido criado por pessoas perversas e inescrupulosas.
__O mundo nunca me aceitaria... As pessoas não me aceitariam com eu sou.
__Dê uma chance para si mesmo.
__Você está apenas tentando me enganar.
Abadom lançou outro raio de luz, mas Ciro saltou escapando da magia e concentrando toda a sua energia soltou uma poderosa descarga elétrica em seu inimigo o deixando de joelhos.
__Não tenho nenhum interesse em te matar, pelo contrário, eu quero te ajudar.
Davi se levantou e ficou em posição de combate determinado a derrotar Drácula.
__Desista, garoto. Esse é o seu fim.
__Já falei anteriormente que não me darei por vencido.
__Você vai morrer.
__Eu não tenho medo da morte. Na verdade, eu estou preparado para morrer desde o início. Eu sempre quis ter uma morte honrada.
__Então, eu te darei a sua morte heróica.
Quando o Empalador ia atacar o Herói, uma cápsula de energia atingiu o seu estômago e ele foi arremessado longe caindo em um precipício. Ciro conseguiu convencer o Destruidor a trilhar o caminho do bem e agora os heróis tinham um novo aliado.
Lopan ficou furioso quando soube que os seus subordinados haviam fracassado e jurou para si mesmo que um dia se vingaria dos guerreiros cristãos que tanto ameaçavam o seu reinado de terror. A seita satânica, Caveiras e Ossos, foi derrotada, mas ainda estava disposta a ir até as últimas conseqüências para alcançar os seus objetivos. Tanto o Satanismo quanto o crime organizado espalhavam o horror por todo o país, no entanto, existiam heróis que os combatiam com bravura. O Brasil era uma terra de ninguém, onde os maus ditavam as regras; porém, existiam homens valorosos que pelejavam em favor da justiça fazendo o bem prevalecer.

domingo, 1 de agosto de 2010

MUNDO TENEBROSO


Em uma época de escuridão e trevas

Mortos e ruínas depois de uma grande guerra

Criaturas assassinas vagam pela Terra

Uma situação caótica

Este é o nosso mundo

Onde os fortes oprimem os mais fracos

A bondade é abominável

Assim, o mal furta o coração dos homens.


Humanos corrompidos

Tolos mortais

A ganância e a corrupção envenenam os seus corações.

O homem se diz civilizado

Mas procura a sua própria destruição

Esse é o ser humano

Terrível matador

Destruidor do que é vida

A guerra destruiu vidas

O massacre começou

Pecado devastador

O fim está próximo

Dragões rugem nos desertos

Criaturas da noite saem para caçar

Cavaleiros valentes se preparam para a peleja

O amor se esfriou de quase todos

O homem foi expulso do Jardim do Éden

A desobediência o corrompeu

Orgulho e inveja foram as suas razões.

Num ser maldito se tornou o homem

Um monstro sem coração

Frio e calculista

Esse é o homem

Porém, há homens diferentes

Que lutam por ideais

Que protegem os mais fracos

Não temem a morte

São verdadeiros heróis

Deus criou o homem com a melhor das intenções

Foi o homem que optou pelo caminho errado

A estrada da perdição

Desesperadamente corrupto é o coração do homem.

Cheio de perversidades e maldições

Lobos disfarçados de cordeiros

Bestas assassinas sem controle

Ser irracional é o ser humano

Tanto poder e nenhum coração.