quinta-feira, 1 de outubro de 2009

A SOBERANIA DE DEUS


“Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?Por que te alongas das palavras do meu bramido e não me auxilias?Deus meu, eu clamo de dia e tu não me ouves; de noite e não tenho sossego. Porém, tu és santo, o que habitas entre os louvores de Israel. Em ti confiaram os nossos pais; confiaram e tu os livraste. A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram e não foram confundidos; mas eu sou verme e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo”.

Por favor, Deus, atenda o meu clamor e escute a minha oração, pois estou sendo assolado pelas minhas dúvidas e me sinto desamparado diante de tanta confusão; a Igreja Evangélica está dividida por causa das falsas doutrinas pregadas pelos religiosos tendenciosos que somente enxergam na Bíblia o que convém a eles. Estou muito confuso e não sei mais o que fazer para encontrar as respostas para as minhas perguntas, a não ser esperar até que o Senhor me responda.

Descobri que Deus é imutável e que Ele não mudou de personalidade no Novo Testamento, porque Jesus não veio anular a Lei, mas sim cumpri-la. Moisés já ensinara no Antigo Testamento que a vingança pessoal é errada e que devemos amar os nossos inimigos. Davi era um guerreiro e não era vingativo, pois ele teve duas oportunidades para se vingar de Saul e o poupou. Deus nunca condenou a legítima defesa em uma guerra e nem as punições aplicadas pelo Estado nos malfeitores, até porque, seria muita incoerência Deus instituir as autoridades para proteção dos bons e castigo dos maus se Ele próprio não concordasse com isso.

A falta de conhecimento teológico nas igrejas é lamentável e os falsos profetas se aproveitando da ignorância dos crentes se levantam para enganá-los com seus ensinamentos heréticos, mas apesar dessa circunstância caótica, Deus nunca perdeu o controle da situação; durante toda a História, o Criador do Universo teve o domínio sobre o mundo e seus habitantes, pois nem um fio de cabelo cai de nossas cabeças sem que Ele permita.

“Não te indignes por causa dos malfeitores e nem tenhas inveja dos que praticam a iniqüidade, porque cedo serão ceifados como a erva e murcharão como a verdura. Confia no Senhor e faze o bem; habitarás na terra e verdadeiramente serás alimentado. Deleita-te também no Senhor e Ele te concederá o que deseja o teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele e Ele tudo fará. Deus fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu juízo como o meio dia”.

Perdi tanto tempo de minha vida odiando quando poderia ter amado e Deus me ensinou através das Sagradas Escrituras que o ódio não vale a pena, porque as suas conseqüências são amargas, e aprendi que os grandes heróis bíblicos e históricos não lutavam baseados na vingança, mas sim na justiça. Durante anos, odiei as pessoas e desejei sujar as minhas mãos de sangue, mas Deus em sua infinita misericórdia me mostrou que o perdão é mais forte do que a raiva e de que o amor é superior ao ódio. O Justo Juiz me fará justiça, então, não preciso mais me preocupar com os perversos, pois o Senhor dos Exércitos se encarregará deles.

Deus é soberano e sempre esteve no comando da História, até mesmo quando os cristãos primitivos foram perseguidos pelo Império Romano; apesar de toda a tribulação, o Cristianismo chegou até o Palácio de César através dos guardas pretorianos que vigiavam o apóstolo Paulo e a perseguição cooperou para a expansão do Evangelho pelo mundo. Creio que Deus está tomando conta de minha vida e que Ele não me desamparará, mas responderá as minhas perguntas na hora certa e até lá, aguardarei ansiosamente pelas respostas.