sábado, 23 de agosto de 2008

EM BUSCA DA COSTELA PERDIDA


Nunca tive sorte com as mulheres e sempre me decepcionei com elas, mas conheci algumas que valeram a pena. Sempre sofri muito com as minhas paixões platônicas e todas às vezes em que eu me declarei para alguma garota quebrei a cara. Muitas garotas já tomaram conta de meu coração e citarei algumas delas. Débora, Gabriela, Lilian, Rosemary, Thatila, Juliana, Dayany e Marianny; essas foram as mulheres que mais marcaram a minha vida.


Débora era loira e a conheci em Itanhaém quando estudava no Colégio Dagoberto Nogueira da Fonseca e me apaixonei na primeira vez em que a vi, mas nunca tive coragem de me declarar a ela.


Gabriela era ruiva e a conheci no Condomínio Ilhas do Mediterrâneo ao lado da Avenida Sabará e acho que ela nunca soube que eu gostava dela.


Lilian estudou comigo na sexta série e ela era muito metida e mesquinha, por isso eu desisti logo dela e fui em busca de outra paixão.


Rosemary é prima de um dos meus melhores amigos, o Oséias, e conversávamos muito na escola, pois estudávamos na mesma sala (oitava série), mas me decepcionei com essa garota, pois ela preferiu um garoto rídiculo do que a mim.


Thatila é neta da Helena (uma amiga de minha avó) e essa também me decepcionou, pois ela namorava um cara medroso que morria de medo de baratas, mas apesar disso, acho que ela foi a que mais valeu a pena até hoje.


Juliana é uma linda morena que laçou o meu coração, porque me apaixonei por ela três vezes, mas essa garota é muito chata e nunca me deu bola, então, eu desisti dela e parti para outra.


Dayany é uma mestiça que veio do Mato Grosso do Sul para morar aqui em São Paulo, mas fiquei sabendo que ela voltou para sua terra natal. A Dayany abalou o meu coração, mas ela somente me trouxe decepção, pois ela ficava com todo mundo e era apaixonada por um amigo meu, o Diego. Sofri demais por causa dela até que a paixão passou e eu voltei a viver a minha vida normalmente.


Marianny, a Mary Rocket Queen, estudou junto com o meu primo, o Klayton, e sempre me tratou com estupidez apenas porque eu não a conhecia pessoalmente. Eu a conheci no Orkut e fiquei impressionado com tanta formosura, mas o que a Marianny tem de linda ela tem de chata, porque ela foi a garota mais estúpida por quem eu me apaixonei.


O meu sonho é um dia encontrar uma garota linda e legal que tenha os mesmos gostos que eu, como, por exemplo, gostar de assistir animes, séries tokusatsus, Chapolin, Chaves e gostar de jogar videogames. Quero uma garota que seja bela aos meus olhos e que curta as mesmas coisas que eu, porque assim eu terei algum assunto para conversar com ela.


Durante anos, eu fui ao encalço de minha costela perdida, mas nunca encontrei a certa para mim. Com o passar dos anos, eu desanimei e desisti de procurar a minha prometida e entreguei isso nas mãos de Deus, na esperança de que o Todo-Poderoso me arranje uma namorada.


Não quero um objeto sexual, mas sim uma companheira. Sou virgem até hoje e o sexo nunca me fez falta, então, não preciso transar, mas sim de uma companhia feminina para compartilhar os meus sonhos. Eu pretendo fazer sexo somente depois do casamento e se por acaso eu nunca me casar não me fará nenhuma falta.


Atualmente não estou apaixonado por ninguém e nem pretendo me apaixonar por enquanto, mas espero um dia encontrar a minha alma gêmea, a mulher que viverá ao meu lado até os últimos dias de minha vida.