quarta-feira, 30 de julho de 2008

POLÍCIA


“Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus e as autoridades que existem foram por Ele estabelecidas. Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos; porque os governantes não devem ser temidos, a não ser pelos que praticam o mal. Você quer viver livre do medo da autoridade? Pratique o bem e ela o enaltecerá, pois é serva de Deus para o seu bem, mas se você praticar o mal, tenha medo, porque ela não porta a espada sem motivo. É serva de Deus e agente da justiça para punir quem pratica o mal. Portanto, é necessário que sejamos submissos às autoridades, não apenas por causa da possibilidade de uma punição, mas também por questão de consciência. É, por isso, também que vocês pagam imposto, pois as autoridades estão a serviço de Deus sempre dedicadas a esse trabalho. Dêem a cada um o que lhe é devido: se imposto, imposto; se tributo, tributo; se temor, temor; se honra, honra”.


Segundo as Sagradas Escrituras, as autoridades foram instituídas por Deus e estão a seu serviço para castigarem os malfeitores e eu prefiro acreditar na Bíblia do que nas besteiras que certos Pais da Igreja falaram e no que as Testemunhas de Jeová, os menonitas e os quackers pregam, pois Deus fala claramente em sua Palavra que as autoridades têm procedência divina e não maligna. Toda autoridade procede de Deus, inclusive a Polícia.

Eu sempre sonhei em ser um policial para poder combater o crime e proteger os indefesos, mas não sei se é da vontade de Deus que eu entre na Polícia, então, entreguei esse meu sonho nas mãos d'Ele. Admiro muito o trabalho dos policiais tanto militares quanto civis e espero um dia ser uma autoridade também.

Gosto demais dos batalhões da Polícia Militar como o GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais), COE (Companhia de Operações Especiais), ROTA (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e o batalhão comum.


Aprecio muito também os grupos da Polícia Civil como o GOE (Grupo de Operações Especiais), GARRA (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos), DENARC (Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico), DEIC (Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado), DAS (Divisão Anti-Seqüestro) e o grupo comum.

Para ingressar na Polícia Federal é preciso ser formado em alguma faculdade e como eu não terminei o meu curso de História nem ouso tentar entrar nessa instituição, mas ainda tenho a esperança de me tornar um policial militar ou civil. O lado bom da Polícia Militar aqui de São Paulo é que na academia se aprende bastante coisa, mas como é um regime militar tem que cortar o cabelo, fazer a barba sempre, usar farda e também é ruim porque o policial militar somente pode portar até a pistola calibre 380 fora de serviço. Já na Polícia Civil é mais liberal, pois pode ter cabelo comprido, somente faz a barba quem quer, não precisa usar farda e o policial civil pode portar a pistola calibre ponto 40 na sua folga sem problemas.

Atualmente estou fora de forma, não sei nada de matemática e o meu quadro psicológico é instável, mas eu estou me preparando para poder futuramente ingressar na Polícia Militar ou na Polícia Civil. Desejo muito poder andar armado sem os idiotas do "Sou da Paz" me encherem o saco e prender os bandidos para que as ruas se tornem mais seguras. Para mim o salário de policial é o suficiente e não pretendo constituir família, então, nada disso me impede de entrar na Polícia. A minha preocupação é com a corrupção e a violência praticada pelos policiais, apesar de eu saber que existem muitas pessoas boas e honestas na Polícia, ainda não sei como reagirei em relação a tudo isso.

Tenho vários problemas psicológicos, mas estou melhorando a cada dia que passa, pois não sofro mais de depressão e não me encontro mais na Borderline. Eu tinha sintomas psicóticos e sintomas de Transtorno Bipolar, mas hoje tenho controle sobre essas coisas. Ainda sofro de Transtorno Obsessivo Compulsivo, mas estou me curando aos poucos. Espero que as minhas consultas com a psicóloga e o psiquiatra não me atrapalhem de eu realizar o meu objetivo desde adolescente que é ser um ministro de Deus para castigar os que praticam o mal.

No passado eu era um cara muito nervoso, mas hoje sou uma pessoa tranquila e tolerante, então, acho que tenho alguma chance de conseguir ingressar na Polícia. O meu sonho é defender os fracos e oprimidos e a minha vontade é ser um bom policial, mas para isso eu preciso da aprovação de Deus, pois tendo o apoio do Todo-Poderoso com certeza eu desempenharei a minha função eficientemente.

Todos os dias eu oro para Deus abençoar as autoridades (principalmente a Polícia e as Forças Armadas) e também intercedo pelos políticos para que eles se tornem honestos e se preocupem com a população. Eu sei que existem servidores públicos bons, mas ainda são poucos e não podem fazer muita diferença, então, por isso, eu oro pela conversão de muitos políticos para que o Brasil prospere e se fortaleça. Desejo do fundo de meu coração que um dia o meu país se converta ao Cristianismo, porque assim as coisas mudarão para melhor. Que Deus abençoe as polícias do Brasil hoje e sempre.